CBSk News! No Grito da Rua | A nossa Confederação de Skate não para!

Conteúdo>[Mostrar]

As novas do Skate Nacional após as Olimpíadas de Tóquio!

CBSk News no Grito da Rua! Após as Olimpíadas  de Tóquio a as expectativas eram grandes para o cenário do skate nacional depois do sucesso da seleção olímpica. Vimos poucas atividades, eventos, campeonatos... Mas a CBSk ficou na ativa e de uma forma ou de outra vem impulsionando o mercado.

Um total de 7 eventos irão movimentar o final de semana do skate nacional, entre sexta-feira (26) e domingo (28). Começando com a participação brasileira nos Jogos Pan-Americanos Júnior de Cali, a sequência de competições ainda contará com o Brasileiro de Park Amador, o Brasileiro Feminino e o Brasileiro de Downhill Slide e Longboard Downhill. Além da seletiva Rio Grande do Sul e Santa Catarina para o Brasileiro de Street Amador, do Circuito Paraskate Tour e do Mini Ramp Pro Attack.

CBSk News! Eventos na sexta-feira (26),

Pâmela Rosa e Lucas Rebelo estarão nas pistas de Cali, na Colômbia, para disputar a primeira edição dos Jogos Pan-Americanos Júnior. Pâmela - porta-bandeira do Time Brasil na cerimônia de abertura - e Lucas irão representar o skate nacional a partir das 15h30 (BRA) e das 17h30 (BRA), respectivamente, com transmissão ao vivo pelo Canal Olímpico do Brasil (www.canalolimpicodobrasil.com.br). As disputas acontecerão no Skate Park Calida.

CBSk News! Eventos no sábado (27)

O destaque ficará para o Brasileiro Loterias CAIXA de Park Amador 2021, evento que conta com realização da Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e da Federação Catarinense de Skate (FCSKT), com apoio institucional da Prefeitura Municipal de Florianópolis. A competição será realizada na pista de skate da Costeira do Pirajubaé, na capital catarinense. São aguardados mais de cem atletas nas categorias Amador, Iniciante, Mirim e Feminino, incluindo os 8 nomes que integram a Seleção Brasileira Júnior de Skate Park - Pedro Carvalho, Victor Ikeda, Vicenzo Damasio e Kalani Konig; Erica Leguizamon, Raicca Ventura, Maitê Demantova e Marina Brauner.

Ainda no Sul do Brasil, skatistas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina estarão em ação sábado (27) e domingo (28) na seletiva classificatória ao Brasileiro Loterias CAIXA de Street Amador. As disputas acontecem no Skatepark do Parque do Imigrante, em Sapiranga (RS), com as categorias Amador, Iniciante, Mirim, Feminino e Master - as duas últimas sem classificatória prévia para o nacional. O evento conta com realização da Federação Gaúcha de Skate (FGSKT) e da Prefeitura Municipal de Sapiranga, com homologação da CBSk e da Federação Catarinense de Skate.

A cidade de São Paulo receberá outros três eventos.

O Corinthians será sede, sábado (27) e domingo (28), do Brasileiro Loterias CAIXA Feminino Amador 2021. Com realização da Associação Feminina de Skate (AFSK), a competição contará com disputas de Banks (categorias Feminino Infantil, Feminino Master e Feminino Grand Master) e Street (Feminino Infantil, Feminino 2, Feminino 1, Feminino Master, Feminino Grand Master). A competição será homologada pela CBSk.

O Centro de Esportes Radicais, no bairro do Bom Retiro, será palco da 2ª etapa do Circuito Paraskate Tour. Idealizada pelo skatista Vinicios Sardi, a competição conta com organização da Associação de Skate Universitário (ASU) e apoio da CBSk e da Skatecorp Promoções Esportivas. As disputas acontecem sábado (27) e domingo (28) com transmissão ao vivo pelo canal da CemporcentoSKATE no Youtube (https://www.youtube.com/Revistacemporcento), a partir das 14h.

CBSk News! No domingo (28)

O Campeonato Brasileiro Loterias CAIXA de Downhill Slide e Longboard Downhill 2021 fecha as disputas em São Paulo. Com realização da Slide Liga e homologação da CBSk, a competição acontecerá na chamada “Ladeira da Morte” na capital paulista, com as categorias Amador 1, Master e Profissional.

Com disputas sábado (27) e domingo (28), a Praça Mauá, no Rio de Janeiro, receberá a 2ª etapa do Mini Ramp Pro Attack. São aguardados nomes como Pedro Barros, Luiz Francisco, Pedro Quintas, Yndiara Asp, Dora Varella, Murilo Peres, Rogerio Febem, Rony Gomes, Edgard Pereira Vovô, entre outros. Homologado pela CBSk, o evento terá transmissão ao vivo no domingo (28), a partir das 15h, pelo canal do Skate Total Urbe no Youtube (https://www.youtube.com/c/STUChannelOficial).

Pâmela Rosa será uma das porta-bandeiras do Brasil na cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos Júnior

Pâmela Rosa celebra vitória no Super Crown da Street League Skateboarding (Foto--Julio-Detefon)

A skatista Pâmela Rosa será uma das porta-bandeiras do Brasil na cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos Júnior de Cali, na Colômbia. O anúncio foi feito pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) nesta terça-feira (23). A celebração de abertura será quinta-feira (25), no Estádio Olímpico Pascual Guerrero, com início às 21h de Brasília. O nadador Breno Correia será o outro porta-bandeira brasileiro.

Ao lado do skatista Lucas Rabelo e de Fábio Castilho (consultor técnico da Seleção Brasileira Júnior de Street), Pâmela Rosa desembarcou em solo colombiano na tarde desta terça-feira (23). Pâmela e Lucas irão representar o Brasil na sexta-feira (26), às 15h30 (BRA) e às 17h30 (BRA), respectivamente, com transmissão ao vivo pelo Canal Olímpico do Brasil (www.canalolimpicodobrasil.com.br). As disputas acontecerão no Skate Park Calida.

CBSk lembra a você!!

Há pouco mais de uma semana (14/11), Pâmela Rosa se sagrou bicampeã do Super Crown da Street League Skateboarding (SLS) e Lucas Rabelo ficou em 2º lugar, em evento realizado em Jacksonville, na Flórida (EUA). O pódio feminino da competição ainda teve Rayssa Leal em 2º lugar. Após a estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, o skate será representado nos Jogos Pan-Americanos Júnior na categoria Street.

Quem conquistar a medalha de ouro garantirá presença nos Jogos Pan-Americanos de 2023. Assim como aconteceu no Japão, essa será a estreia da modalidade no evento. Pedro Barros e Rayssa Leal concorrem ao Prêmio Brasil Olímpico 2021 na categoria Atleta da Torcida. Pedro Barros e Rayssa Leal estão concorrendo ao Prêmio Brasil Olímpico 2021 na categoria Atleta da Torcida. A votação - que reúne um total de 20 atletas - está aberta ao público pelo https://pbo.cob.org.br. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) divulgará o vencedor da premiação no dia 7 de dezembro.

Além da categoria Atleta da Torcida, Rayssa Leal também foi a vencedora do Prêmio Brasil Olímpico 2021 na modalidade skate. A skatista ainda concorre ao prêmio de Melhor Atleta do Ano ao lado de Ana Marcela Cunha, da maratona aquática, e Rebeca Andrade, da ginástica artística. A vencedora também será divulgada pelo COB no dia 7 de dezembro, em evento realizado no Teatro Tobias Barreto, em Aracaju (SE).

Em sua estreia em Olimpíadas, o skate brasileiro conquistou um total de três medalhas em Tóquio, todas de prata (2 no Street e 1 no Park). Kelvin Hoefler foi responsável pela primeira medalha do Brasil no Japão, considerando todas as modalidades. Na sequência, Rayssa Leal se tornou, aos 13 anos, a atleta mais jovem do país a conquistar uma medalha olímpica. Pedro Barros fechou a participação do skate nacional com mais um pódio.

Rayssa Leal vence Prêmio Brasil Olímpico no skate e concorre ao posto de Melhor Atleta do Ano

Medalhista de prata em Tóquio, Rayssa Leal é a vencedora do Prêmio Brasil Olímpico 2021 na modalidade skate.

A integrante da Seleção Brasileira de Skate agora concorre ao prêmio de Melhor Atleta do Ano ao lado de Ana Marcela Cunha, da maratona aquática, e Rebeca Andrade, da ginástica artística. O anúncio foi realizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) nesta quinta-feira (11). Os vencedores serão divulgados no dia 7 de dezembro, em evento realizado no Teatro Tobias Barreto, em Aracaju (SE).

Aos 13 anos, Rayssa Leal se tornou a atleta mais jovem do Brasil a conquistar uma medalha olímpica. Em Tóquio, o skate ainda teve as pratas de Kelvin Hoefler - primeira medalha do Brasil no Japão - e de Pedro Barros.

Pedro Barros e Rayssa Leal concorrem ao Prêmio Brasil Olímpico 2021 na categoria Atleta da Torcida

Pedro Barros e Rayssa Leal estão concorrendo ao Prêmio Brasil Olímpico 2021 na categoria Atleta da Torcida.

A votação - que reúne um total de 20 atletas - está aberta ao público pelo https://pbo.cob.org.br. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) divulgará o vencedor da premiação no dia 7 de dezembro.

Além da categoria Atleta da Torcida, Rayssa Leal também foi a vencedora do Prêmio Brasil Olímpico 2021 na modalidade skate. A skatista ainda concorre ao prêmio de Melhor Atleta do Ano ao lado de Ana Marcela Cunha, da maratona aquática, e Rebeca Andrade, da ginástica artística. A vencedora também será divulgada pelo COB no dia 7 de dezembro, em evento realizado no Teatro Tobias Barreto, em Aracaju (SE).

Em sua estreia em Olimpíadas, o skate brasileiro conquistou um total de três medalhas em Tóquio, todas de prata (2 no Street e 1 no Park).

Kelvin Hoefler foi responsável pela primeira medalha do Brasil no Japão, considerando todas as modalidades. Na sequência, Rayssa Leal se tornou, aos 13 anos, a atleta mais jovem do país a conquistar uma medalha olímpica. Pedro Barros fechou a participação do skate nacional com mais um pódio.

CBSk News! 05/11/2021 - Pâmela Rosa e Lucas Rabelo representam skate brasileiro na primeira edição da história dos Jogos Pan-americanos Júnior.

Pamela Rosa. Foto: Júlio Detefon
CBSK News! Lucas Rabelo. Foto: Júlio Detefon

O Evento acontecerá em Cali (Colômbia) entre o final de novembro e o início de dezembro. Os skatistas garantiram vaga com base na colocação no ranking da World Skate (federação internacional) e respeitado o limite de idade para o evento - 22 anos até 31/12/2021.

Integrante da Seleção Brasileira de Skate, Pâmela Rosa é a grande líder do ranking mundial feminino. Com 22 anos, Pâmela se sagrou campeã mundial em 2019, no Brasil, e representou o skate nacional na estreia da modalidade em Olimpíadas. Além do título mundial, ao longo da corrida classificatória para os Jogos de Tóquio, a skatista foi bicampeã do Dew Tour (2019 e 2021), campeã do STU Open (2019), venceu a etapa de Londres do Circuito Mundial de Street (2019) e ficou em segundo lugar na etapa de Los Angeles do Circuito (2019).

"Sempre uma honra representar meu país. Expectativa é estar bem fisicamente e dar o meu melhor. Venho me recuperando, adquirindo ritmo e estou trabalhando muito para chegar 100% na Colômbia", destaca Pâmela Rosa.

Um dos grandes nomes da nova geração, Lucas Rabelo, também com 22 anos, integrou a Seleção Brasileira de Skate no período classificatório para os Jogos de Tóquio. O skatista ficou com o terceiro lugar do STU Open (2019) e chegou até o último evento da corrida olímpica (Mundial de Street 2021 - Roma-ITA) disputando uma das três vagas do Street masculino. Lucas é o atual 24º do ranking mundial masculino - a princípio, a vaga seria de Giovanni Vianna, 19º do ranking. Mas o skatista está em recuperação após passar por uma cirurgia no joelho.

“Estou muito feliz e ansioso em participar dos Jogos Pan-Americanos Júnior. Eu sempre tive o sonho de representar o Brasil em eventos importantes e este com certeza vai ser marcante. Vou dar o meu máximo para levar o ouro para o Brasil”, comenta Lucas Rabelo.

Jogos Pan-Americanos Júnior Cali 2021.

O skate será representado pela modalidade Street. Os dois skatistas brasileiros serão acompanhados por Fábio Castilho, consultor técnico da Seleção Brasileira Júnior de Street. As disputas acontecerão no dia 26 de novembro, no Skate Park Calida, com final direta composta por 8 skatistas no feminino e 8 no masculino. As finais seguirão o formato olímpico: duas voltas de 45 segundos e 5 tentativas de manobra – pontuação final composta pela soma das 4 maiores notas.

Os medalhistas de ouro – 1 vaga no feminino e 1 no masculino - garantem classificação para os Jogos Pan-Americanos de 2023, em Santiago (Chile). Na capital chilena, o skate fará a estreia entre as modalidades do evento, assim como já aconteceu neste ano durante os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Liga Amadora de Bowl e Street Amador Skate Pedro Carvalho. Foto:Júlio Detefon.
CBSk New! Victoria Bassi. Foto: Júlio Detefon.

CBSk News! 04/11/2021 - Liga Amadora de Bowl e Seletiva do Brasileiro de Street Amador agitam fim de semana do skate.

Duas atrações do mundo do skate, com eventos chancelados pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk) que acontecerão Florianópolis e em São Paulo. A Liga Amadora de Bowl (LAB) será realizada no sábado (6), na capital catarinense, enquanto a capital paulista receberá, no domingo (7), uma seletiva do Campeonato Brasileiro Loterias CAIXA de Street Amador. Victoria Bassi foi campeã da primeira etapa da LAB.

O evento da Liga Amadora de Bowl terá neste fim de semana a quarta e decisiva etapa. Após os encontros no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Belo Horizonte, os participantes se enfrentarão em Florianópolis. Por conta dos protocolos para a pandemia do Covid-19, o evento não terá a presença de público, mas será possível acompanhar as performances por meio da transmissão ao vivo das páginas oficiais da LAB no YouTube (https://youtu.be/goPrc_5roMo).

Já em São Paulo, será realizada a seletiva para a categoria Amador do Campeonato Brasileiro Loterias CAIXA de Street Amador, em evento a ser realizado no Brasil Skate Camp Park. O campeonato já teve as seletivas de Mirim e Iniciantes realizadas em outubro, mas a etapa de Amador havia sido adiada. Os três melhores skatistas do estado de São Paulo garantem vaga para o nacional.

Em outubro, as chuvas impossibilitaram que 20 dos 70 inscritos se apresentassem na categoria Amador da seletiva. A CBSk, para respeitar o direito de participação de todos, resolveu então adiar a disputa, que será realizada no próximo fim de semana. Os classificados das seletivas se encontrarão no Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Street Amador, que está previsto para ser realizado em dezembro deste ano.

As duas competições contam com a homologação da CBSk, além do patrocínio da Loterias Caixa, a principal parceira da Confederação Brasileira de Skate, e do Governo Federal.

CBSk News! 26/10/2021 - CBSk ultrapassa 100 iniciativas do movimento Skate Social mapeadas no Brasil.

Movimentos estes que trabalham o skate como ferramenta de inclusão e transformação social. No total, são 103 projetos cadastrados até aqui. Até junho, eram 58. Desde julho, mais 45 iniciativas foram adicionadas ao mapeamento que começou em julho de 2020 em parceria com a ONG Social Skate. A partir de agora, a CBSk passa a contar com uma coordenação interna para gerenciar o projeto Skate Social.

“Desenvolver a frente Skate Social era um sonho antigo nosso e a ONG Social Skate teve um papel fundamental para que pudéssemos dar início ao projeto dentro da Confederação. Agora, conseguimos nos estruturar internamente com a presença de uma coordenação de projetos sociais, mas a ONG Social Skate segue como uma grande referência para a CBSk no sentido do desenvolvimento e estruturação do movimento Skate Social no Brasil”, afirma Eduardo Musa, presidente da CBSk.

Nesse momento, através do patrocínio das Loterias CAIXA, a CBSk iniciou o envio de kits para 30 dos 103 projetos mapeados até aqui. Cada uma dessas iniciativas está sendo contemplada com 200 máscaras descartáveis, 5 litros de álcool em gel e 2 banners que identificam a iniciativa cadastrada no projeto Skate Social. Uma nova etapa ainda prevê o envio de skates, capacetes, kits de proteção (joelheira e cotoveleira), coletes e adesivos para rampa.

Buscando atender o máximo de regiões do Brasil, o critério de escolha para a definição dos 30 projetos levou em consideração a evidência de carência de material e uma estrutura ativa de aulas.

"A ideia é ensinar esses projetos a caminhar sozinhos, com abertura de CNPJ, dando instrução, fazendo encontros on-line, cursos de capacitação, e desenvolver uma rede mútua de conhecimento entre eles. Estamos sendo uma ponte para que tudo isso aconteça. Por isso foi criada, por exemplo, a cartilha Descomplica junto com a Social Skate. Nosso objetivo é instruir as iniciativas para que elas possam seguir com autonomia em busca de patrocinadores e parcerias, ter um melhor planejamento de atividades, a fim de proporcionarem uma melhor experiência a todos atendidos pelos projetos", explica Cibele Garcia, coordenadora de projetos sociais da CBSk.

Clique aqui e confira a relação de 103 projetos cadastrados no mapeamento da CBSk!

Retrato do Skate Social no Brasil

Dos 103 projetos, 25 estão constituídos como entidade com CNPJ ativo e adequado à área de atuação social; 77 atuam de maneira independente. A região Sudeste é a que concentra o maior número de projetos: 54. São 36 em São Paulo, 11 no Rio de Janeiro, 6 em Minas Gerais e 1 no Espírito Santo. Em seguida, aparece a região Sul, com 20 iniciativas, sendo 11 em Santa Catarina, 7 no Rio Grande do Sul e 2 no Paraná. A região Nordeste concentra 16 projetos. São 5 em Pernambuco, 4 na Bahia, 3 no Ceará, 2 no Piauí, 1 em Alagoas e 1 na Paraíba.

Na sequência, aparece a região Centro-Oeste, com 9 iniciativas. São 3 no Mato Grosso do Sul, 3 no Distrito Federal e 2 em Goiás e 1 no Mato Grosso. A região Norte fecha a relação de projetos com mais 4 iniciativas cadastradas, sendo 3 no Pará e 1 no Amazonas.

Projeto Skate Social

Ainda em 2020, em uma primeira iniciativa de apoio, CBSk e ONG Social Skate distribuíram um total de 28 mil máscaras e cerca de 50 litros de álcool em gel entre os projetos cadastrados naquele momento, entidades filiadas à CBSk, skatistas e colaboradores da Confederação.

Em outubro do ano passado, Confederação e ONG lançaram a cartilha Descomplica (clique aqui para baixar), material didático que oferece informação estruturada para os projetos. O conteúdo foi desenvolvido pela pedagoga Leila Vieira, da ONG Social Skate, a partir das próprias demandas levantadas pelas iniciativas.

Mais recentemente, em março de 2021, a Confederação publicou em seu site oficial o modelo de estatuto social (clique para baixar), que também é um documento importante para a estruturação dos projetos. Para ampliar o diálogo com os projetos, dois encontros on-line já foram realizados com as iniciativas, em dezembro de 2020 e fevereiro de 2021. Mais reuniões estão previstas para os próximos meses.

O trabalho de muitos dos projetos também foi divulgado nas redes sociais da CBSk através do quadro Skate Social.

CBSk News! 22/10/2021 - CBSk fará aporte de R$ 525.000,00 nas entidades filiadas.

Graças ao patrocínio das Loterias CAIXA, este aporte vai ajudar a promover a estruturação das federações e associações de skate filiadas à entidade. Através de um convênio pelo período de outubro de 2021 a dezembro de 2022, cada uma das 14 filiadas receberá, ao todo, R$ 37.500,00. Esse investimento está sendo viabilizado pelo patrocínio com as Loterias CAIXA.

“A estruturação institucional do skate brasileiro passa pela estruturação das entidades filiadas à CBSk, que são nossas grandes parceiras de trabalho em âmbito regional. Em 2019, já havíamos realizado uma primeira rodada de convênios. Agora, através do patrocínio das Loterias CAIXA, estamos conseguindo ampliar esse apoio. Nosso objetivo é que cada uma das nossas filiadas possa utilizar esse aporte para sanar questões administrativas, tanto de ordem estrutural quanto legal, como, por exemplo, a realização e registro das atas das assembleias”, destaca Eduardo Musa, presidente da CBSk.

O convênio foi apresentado para as federações e associações filiadas no final de setembro, em reunião on-line.

Confira as 14 entidades filiadas à CBSk!

- Associação Capixaba de Skate (ACSK)
- Associação de Skate da Zona Sul de São Paulo (ASZS)
- Associação Feminina de Skate (AFSK)
- Federação Catarinense de Skate (FCSKT)
- Federação de Skate do Distrito Federal (FSKTDF)
- Federação de Skate do Estado da Bahia (FESEB)
- Federação de Skate do Paraná (FSP)
- Federação de Skateboard do Estado do Rio de Janeiro (FASERJ)
- Federação Estadual de Skate de Minas Gerais (FESKT)
- Federação Estadual de Skate do Ceará (FESK)
- Federação Gaúcha de Skate (FGSKT)
- Federação Paraense de Skate (FPSK)
- Federação Paulista de Skate (FPS)
- Federação Piauiense de Skateboard (FEPISK)

CBSk News! 12/10/2021 - Confederação Brasileira de Skate (CBSk) promove curso gratuito sobre ensino de skate.

Na próxima quinta (14) e sexta-feira (15) o CURSO LIVRE CBSK - LOTERIAS CAIXA DE ENSINO DE SKATE - Ferramentas Fundamentais para Escolas e Instrutores de Skate. Com formato online, o curso é gratuito e será ministrado pela equipe da ABC do Skate, que desenvolve pesquisa e ensino voltado para a cultura do skate. Nos dois dias, as aulas serão realizadas das 19h15 às 23h15. Esse será o primeiro de uma série de cursos realizados através do patrocínio das Loterias CAIXA.

No total, 340 vagas estão sendo disponibilizadas. A distribuição se dará com base nos seguintes critérios:

- 70 - associações e federações filiadas à CBSk - limite de 5 por entidade;

- 69 - projetos sociais com CNPJ ativo cadastrados pela CBSk através do Programa Skate Social - limite de 3 por projeto;

- 50 - profissionais de Ensino de Skate com certificado de formação ou capacitação em Ensino de Skate e pessoas graduadas em Educação Física ou Pedagogia por instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação. Inscrição no curso através do e-mail cursos@cbsk.com.br até às 23h59 de quarta-feira (13), caso as vagas não esgotem antes disso. Assunto do e-mail: CURSO LIVRE CBSK - LOTERIAS CAIXA DE ENSINO DE SKATE. O certificado de formação ou capacitação em Ensino de Skate ou o diploma em Educação Física ou Pedagogia devem ser enviados no e-mail;

- 100 - skatistas profissionais reconhecidos pela CBSk (clique aqui e veja a relação completa!). Inscrição através do www.filiadocbsk.com.br, menu Eventos - Curso CBSk Atleta Profissional, até às 23h59 de quarta-feira (13), caso as vagas não esgotem antes disso;

- 11 - colaboradores e prestadores de serviço da CBSk;

- 40 - ABC do Skate.

O curso será dividido em duas turmas - uma na quinta-feira (14) e outra na sexta (15). O conteúdo programático abrangerá a metodologia para o ensino de skate, além de questões práticas, como kits de equipamentos para escolas de skate.

O público alvo engloba skatistas, instrutores de skate, atletas e responsáveis por atletas, gestores e colaboradores de entidades, educadores físicos, fisioterapeutas, psicólogos, empresários, investidores e estudantes de todas as áreas. Ou seja, o curso é voltado para quem já vive a cultura e o lifestyle do skate e também para aqueles que desejam conhecer esse universo.

O CURSO LIVRE CBSK - LOTERIAS CAIXA DE ENSINO DE SKATE conta com realização da Confederação Brasileira de Skate, produção da Escola ABC do Skate e patrocínio das Loterias CAIXA e do Governo Federal.

Obs.: o certificado de participação no curso não autoriza o participante ao exercício da função de professor, conforme limitações impostas pela Lei Federal No 9696/98.

CBSk News! 11/10/2021 - Raicca Ventura e Weslley Alves são campeões da 2ª etapa da Liga Amadora de Bowl

A 2ª Etapa da LAB - Liga Amadora de Bowl aconteceu no dia 09 de outubro, no LayBack Park São Paulo, na capital paulista. Foi a segunda etapa do circuito, que começou no Rio de Janeiro.

No feminino, o pódio foi conquistado por Raicca Ventura (campeã) - skatista da Seleção Brasileira Júnior -, seguida de Fernanda Tonissi e Victoria Bassi, todas paulistas e com 14 anos de idade. A melhor volta de Raicca lhe rendeu 52.00 pontos.

O vencedor no masculino foi o paulista Weslley Alves, o Moskito. Em segundo lugar ficou Kalani Konig, de Florianópolis (SC) e também da Seleção Brasileira Júnior, e em terceiro ficou o curitibano Gui Khury. Os três ficaram com pontuação acima dos 73 pontos e diferenças muito pequenas definiram suas colocações.

Pelo fato de seguir todas as medidas preventivas contra Covid e Organização Mundial da Saúde (OMS) não houve presença de público. O evento teve cobertura completa e transmissão ao vivo nas mídias oficiais da LAB, no YouTube e no Instagram.

A Liga ainda passará por Belo Horizonte e Florianópolis, sempre com a participação de alguns dos maiores nomes das categorias amador masculino e feminino.

Confira a classificação geral da etapa de São Paulo!

Feminino LAB - Etapa SP
1º Raicca Ventura (14) - Santo André - SP - 52.00
2º Fernanda Tonissi (14) - São Paulo - SP - 49.33
3º Victoria Bassi (14) - Ribeirão Pires - SP - 47.00
4º Sofia Curi Geyerhahn (9) - São Paulo - SP - 44.00
5º Helena Laurino (9) São Paulo - SP - 41.00
6º Carolyna Fachin de Souza (16) - São Paulo - SP - 35.33
7º Marina Praxedes de Lima (9) - São Paulo - SP 28.00
8º Lua Vicente (16) - Santos - SP - 28.00
9º Sofia Godoy (12) - Campo Bom - RS - 41.67
10º Maite Demantova (11) - Curitiba - PR - 41.33
11º Manuela Diniz Tomitake (10) - Indaiatuba - SP - 38.00
12º Fernanda de Castro (10) - São Paulo - SP - 31.33
13º Júlia Ventura (22) - Lorena - SP - 31.00
14º Clara Lua do Rosário (11) - Curitiba - PR - 28.33
15º Marina Martins Brauner (12) - Pelotas - RS - 28.00
16º Flavia Tsuki (10) - Curitiba - PR - 27.67
17º Carol Suzaki (8) - Indaiatuba - SP - 25.33
18º Maria Eduarda Nocera (17) - São Paulo - SP - 22.33
19º Marina Simão (12) - Curitiba - PR - 18.00
20º Mirella Hoshi (10) - Curitiba - PR - 17.00
21º Luiza Hiumi Barreto Itiki (8) - SBC - SP - 17.00
22º Alice Lisboa (13) - Taboão da Serra - SP - 16.67
23º Isabela Santos (13) - Florianópolis - SC - 15.00
24º Anna Luisa Leão (12) - Santo Andre - SP - 13.00

Masculino LAB - Etapa SP
1º Weslley Alves - Moskito (19) - São Paulo - SP - 75.67
2º Kalani Konig (14) - Florianópolis - SC - 73.67
3º Gui Khury (12) - Curitiba - PR - 73.33
4º Pedro Carvalho (16) - Florianópolis - SC - 73.33
5º André Mariano (18) - São Paulo - SP - 70.00
6º Ian Poletto (17) - Florianópolis - SC - 65.00
7º Vinicius Kothe (17) Florianópolis - SC - 65.00
8º Eduardo Alvares (21) - Curitiba - PR - 57.33
9º Giovanni Fontanela (20) - Curitiba - PR - 53.00
10º Fernando Previ (16) - São Paulo - SP - 53.00
11º Mateus Guerreiro (19) - Florianópolis - SC - 52.00
12º Cahique Gregório - Caca (14) - São Paulo - SP - 52.00
13º Pedro Ribeiro (14) - São Paulo - SP - 52.00
14º Dan Sabino (13) - São Paulo - SP - 51.67
15º Victor Picoli Ikeda (16) - São Paulo - SP - 51.33
16º Gustavo Picaski (18) - Imbituba - SC - 51.33
17º João Pedro - JP (21) - Taubaté - SP - 48.67
18º Ricardo Akira (23) - São Paulo - SP - 48.67
19º Diego Mitsuo Takahashi (14) - Florianópolis - SC - 48.67
20º Gusthavo Henrique Santos (20) - SBC - SP - 45.00
21º Gabriel Máximo (22) - São Paulo - SP - 42.00
22º Gabriel Lima Gazola (15) - São Paulo - SP - 40.67
23º Gabriel Campos Charleaux (18) - Potim - SP - 39.00
24º Matheus Silva (18) - São Paulo - SP - 39.00
25º Luan de Almeida (18) - Florianópolis - SC - 39.00

CBSk News! 20/09/2021 - Confederação Brasileira de Skate realizou encontro com a Seleção Brasileira Júnior de Park.

Rolou neste domingo (19), no Rio de Janeiro. Participaram do evento Pedro Carvalho, Victor Ikeda, Maitê Demantova e Marina Brauner. No sábado (18), os quatro estiveram nas disputas da etapa carioca da Liga Amadora de Bowl (LAB), que teve Pedro Carvalho e Victoria Bassi como campeões.

“Até por conta da pandemia, a gente não teve muita oportunidade de fazer esse trabalho. E era importante compartilhar as observações da Confederação e entender como a gente pode colaborar ainda mais, de forma profissional, no desenvolvimento deles enquanto skatistas”, afirma Eduardo Musa, presidente da CBSk.

“Depois de tanto tempo afastados, foi muito legal a gente conseguir se ver presencialmente de novo e dividir um pouco das últimas experiências, contar um pouco do que vem pela frente e quais são as nossas expectativas. Compartilhar e ouvir um pouco a opinião dessa turma da Seleção Júnior”, completa Tatiana Lobo, gerente de Seleções da CBSk.

No encontro, a CBSk ainda foi representada por Allan Mesquita, consultor técnico da Seleção Brasileira Júnior de Park, e Julio Detefon, observador técnico da Seleção Brasileira.

“O trabalho da Confederação é super importante para que quem sabe o sonho deles possa se tornar realidade. A diversão é um fio condutor, mas sempre digo para eles: comprometimento, disciplina e determinação. É isso que faz um skatista virar um atleta olímpico. Mas o principal objetivo é fazer com que as lições do skate - cair, levantar e perseverar - façam deles pessoas melhores”, destaca Allan Mesquita.

No masculino, a Seleção Júnior de Park é formada por Kalani Konig (Florianópolis-SC), Pedro Carvalho (Florianópolis-SC), Vicenzo Damasio (Garopaba-SC) e Victor Ikeda (São Paulo-SP).

“É muito legal porque é uma coisa nova. Então é um privilégio para mim estar fazendo parte dessa primeira Seleção, junto com o Vitinho, o Vicenzo, o Kalani e as meninas. É uma galera que vem crescendo junto, então, é muito importante estar junto com eles nesse projeto que também está crescendo”, comemora Pedro Carvalho.

“Estar participando da Seleção é muito bom. É muito legal ter esse suporte, ter o Allan (Mesquita) como técnico, fisioterapia, tudo”, completa Victor Ikeda.

No feminino, o time de Park é composto por Erica Leguizamon (Garopaba-SC), Maitê Demantova (Curitiba-PR), Marina Brauner (Pelotas-RS) e Raicca Ventura (Santo André-SP).

“Fazer parte da Seleção é muito irado porque você incentiva outras pessoas a começar a andar, a querer isso também. Então é muito irado porque você também quer muito mais”, afirma Maitê Demantova.

“É muito bom fazer parte da Seleção e ter o apoio do Allan (Mesquita) como técnico, do Alison (Paz) como fisioterapeuta. Estou muito feliz de estar na Seleção Brasileira Júnior para poder desenvolver meu skate e conseguir chegar na Seleção Principal”, completa Marina Brauner.

Confira os demais nomes que integram a Seleção Brasileira Júnior!
Street feminino - Carla Karolina (Maceió-AL), Daniela Vitoria (Manaus-AM), Giovana Moreira (Niterói-RJ) e Thais Ávila (Rio de Janeiro-RJ)

Street masculino - Filipe Mota (Pato de Minas-MG), Guilherme Sato (Ponta Porã-MS), Kalani Konig (Florianópolis-SC) e Matheus Teixeira (Passo Fundo-RS)

20/09/2021 - Pedro Carvalho e Victoria Bassi são campeões da etapa de estreia da Liga Amadora de Bowl (LAB). O pódio masculino ainda teve Andre Mariano em 2º lugar e Mateus Guerreiro como 3º colocado. No feminino, Fernanda Tonissi ficou com a 2ª colocação e Sofia Curi foi a 3ª colocada.

"Estou muito feliz. Consegui sair com a primeira colocação. Todo mundo se divertiu. Foi muito irado", comemorou Pedro Carvalho, da Seleção Brasileira Júnior de Park, após a conquista.

"Estou muito feliz. Me superei demais. A pista era bem difícil. Achei até que eu não ia conseguir montar uma linha, mas ali, de última hora, acabou que foi tudo certinho. A vibe foi super irada. A galera vibrando a cada trick que a gente dava, independente do erro ou do acerto. Foi incrível. Que venham os próximos", destacou Victoria Bassi, que integrou a Seleção Brasileira Principal ao longo das classificatórias para os Jogos de Tóquio.

As finais do evento ainda contaram com mais três skatistas da Seleção Brasileira Júnior: Maitê Demantova (6ª colocada), Marina Brauner (7ª) e Victor Ikeda (7º).

Tanto nas classificatórias quanto na decisão, as disputas foram realizadas com 3 voltas de 45 segundos, valendo a pontuação da volta de maior nota. Os 8 melhores na primeira fase avançaram para a final.

A LAB ainda terá etapas em São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG) e Florianópolis (SC).

Os Campeonatos Brasileiros Amadores de Skate homologados pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk) contam com patrocínio das Loterias CAIXA e do Governo Federal.

Liga Amadora de Bowl (LAB)

A LAB é o mais novo circuito de Bowl homologado pela CBSk. Iniciando pelo Rio de Janeiro (RJ), a Liga passará por São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG) e Florianópolis (SC), e contará com a presença dos mais novos talentos do skate brasileiro nas categorias amador masculino e feminino.

A primeira etapa será no próximo sábado (18), no bar 399, no Rio de Janeiro. Não haverá presença de público, mas será possível acompanhar tudo ao vivo aqui: https://youtu.be/DTAINbmFS8A. Mas vejam os melhores momentos!

Confira a classificação completa das finais e das eliminatórias!

Finais
Feminino
1ª - Victoria Bassi (SP) - 75.00
2ª - Fernanda Tonissi (SP) - 74.67
3ª - Sofia Curi (SP) - 65.67
4ª - Sofia Godoy (RS) - 60.33
5ª - Helena Laurino (SP) - 58.33
6ª - Maitê Demantova (PR) - 58.00
7ª - Marina Brauner (RS) - 55.33
8ª - Flavia Tsuki (PR) - 55.00

Masculino
1º - Pedro Carvalho (SC) - 83.33
2º - Andre Mariano (SP) - 81.00
3º - Mateus Guerreiro (SC) - 78.33
4º - Gui Khury (PR) - 75.33
5º - Weslley Alves Moskito (SP) - 75.00
6º - Dan Sabino (SP) - 72.00
7º - Victor Ikeda (SP) - 70.67
8º - João Pedro (SP) - 68.67

Eliminatórias
Feminino
1ª - Fernanda Tonissi (SP) - 71.00
2ª - Victoria Bassi (SP) - 68.67
3ª - Flavia Tsuki (PR) - 66.67
4ª - Sofia Godoy (RS) - 62.33
5ª - Sofia Curi (SP) - 60.33
6ª - Maite Demantova (PR) - 59.33
7ª - Marina Brauner (RS) - 56.33
8ª - Helena Laurino (SP) - 55.00
9ª - Clara Lua do Rosário (PR) - 53.00
10ª - Manuela Diniz Tomitake (SP) - 52.33
11ª - Mirella Hoshi (PR) - 51.67
12ª - Fernanda de Castro (SP) - 51.33
13ª - Luiza Hiumi Barreto Itiki (SP) - 51.00
14ª - Carol Suzaki (SP) - 50.33
15ª - Vitória da Cruz Oliveira (RJ) - 49.00
16ª - Júlia Ventura (SP) - 46.33
17ª - Marina Praxedes de Lima (SP) - 44.00
18ª - Ana Julia Teodoro (RJ) - 43.00
19ª - Isabella Oliveira (RJ) - 33.00
20ª - Isabella Soares (RJ) - 00

Masculino
1º - Pedro Carvalho (SC) - 71.67
2º - Weslley Alves - Moskito (SP) - 71.00
3º - Victor Ikeda (SP) - 69.00
4º - Gui Khury (PR) - 68.67
5º - Dan Sabino (SP) - 68.00
6º - Mateus Guerreiro (SC) - 67.33
7º - Andre Mariano (SP) - 67.00
8º - João Pedro (SP) - 66.33
9º - Cahique Gregório - Caca (SP) - 65.00
10º - Fernando Previ (SP) - 65.00
11º - Pedro Ribeiro (SP) - 65.00
12º - Vinicius Kothe (SC) - 64.33
13º - Diego Mitsuo Takahashi (SC) - 62.33
14º - Gusthavo Henrique Santos (SP) - 61.00
15º - Stevann Felipe Kleine (PR) - 60.67
16º - Mauricio Jardel (RJ) - 59.00
17º - Gabriel Máximo (SP) - 58.33
18º - Luan de Almeida (SC) - 57.67
19º - Igor Rodrigues (SP) - 57.33
20º - Waldeckson de Souza (RJ) - 57.00
21º - Giovanni Fontanela (PR) - 57.00
22º - Alexandro Silva (SC) - 56.00
23º - Adriano Vieira (DF) - 55.67
24º - Diogo Marley - Guimba (RJ) - 55.33
25º - Rafael Fran Amorim (SP) - 55.00

30/08/2021 - Skatistas olímpicos de São Paulo recebem homenagem no Palácio dos Bandeirantes. Dora Varella, Giovanni Vianna, Luiz Francisco e Pedro Quintas representaram o skate brasileiro em homenagem aos atletas olímpicos do estado de São Paulo, nesta segunda-feira (30), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

Os 4 integrantes da Seleção Brasileira de Skate representaram o skate nacional nos Jogos de Tóquio. Todos os atletas presentes receberam medalha de mérito esportivo.

Prata em Tóquio, o skatista do litoral paulista Kelvin Hoefler, também da Seleção Brasileira, foi homenageado entre os medalhistas olímpicos. O skatista escolheu como seu representante no evento Roberto Maçaneiro, presidente da Federação da Paulista de Skate (FPS).

Eduardo Musa, presidente da Confederação Brasileira de Skate (CBSk), Tatiana Lobo, chefe de Seleções, Edgard Pereira Vovô, consultor técnico do Park, Rogério Mancha, consultor técnico do Street, e Carlos Barreto, fisioterapeuta do Street, representaram a CBSk.

Além de diversos nomes do esporte olímpico paulista, o evento contou com as presenças da ex-ginasta Daiane dos Santos, do governador João Doria, do Secretário de Esportes Aildo Rodrigues Ferreira, entre outras autoridades do Estado de São Paulo.

17/08/2021 - 1º Centro Olímpico de Skate no Brasil está previsto para 2022 em Campinas (SP)

Através de uma parceria envolvendo a Prefeitura Municipal de Campinas, o Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial do Esporte, e a Confederação Brasileira de Skate (CBSk), foi fechado hoje (17/08) o acordo para a construção do 1º Centro Olímpico de Skate no Brasil.

Com mais de 3.100 metros quadrados, no primeiro momento contando com pistas de street e park, modalidades que já integram os Jogos Olímpicos, e um half pipe (Vertical), o complexo esportivo terá também toda a estrutura para as atividades administrativas e multidisciplinares, como: academia, vestiários, fisioterapia, centro de convivência, alojamentos etc.

O terreno para a construção, no já existente Centro Esportivo de Alto Rendimento (que conta com locais para prática de natação, atletismo, tênis e saltos ornamentais), bem como os alojamentos e projetos sociais que ali funcionarão, serão de atribuição do governo municipal através da Prefeitura de Campinas. R$ 8 milhões serão investidos pelo Ministério da Cidadania, e repassados à prefeitura por meio da Secretaria Especial do Esporte. A CBSk é responsável pelo projeto, que será doado ao município para a devida licitação. Também caberá à entidade a administração do espaço, a ser estabelecida em contrato de 10 anos com renovação pelo mesmo período.

“O Centro Olímpico nos permitirá trabalhar com um planejamento mais assertivo e de acordo com os objetivos para a Seleção Brasileira de Skate e o ciclo de Paris 2024. Devido à necessidade de pistas adequadas e de um ambiente mais seguro em relação à pandemia, houve um desgaste muito grande nessa logística nos últimos anos, além do investimento financeiro, para que conseguíssemos oferecer a melhor estrutura para os skatistas se prepararem para os Jogos em Tóquio. É uma conquista importantíssima para o skate brasileiro e suas futuras gerações.” - destaca Eduardo Musa, presidente da CBSk.

A previsão é de que o 1o Centro Olímpico de Skate em Campinas (SP) tenha suas obras entregues e atividades em funcionamento no 2º semestre de 2022.

Sobre a Confederação Brasileira de Skate
Nascida em 6 março de 1999, a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) é a responsável pela regulamentação e desenvolvimento do skate no Brasil. A gestão da entidade está por trás do crescimento e do fortalecimento de uma modalidade que movimenta mais de R$ 1 bilhão anualmente no Brasil e que conta com mais de 8,5 milhões de praticantes no país. No alto rendimento, o skate tem se mostrado um dos mais vitoriosos esportes do Brasil, com três medalhas conquistas nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Cansou de notícias do skate? Então vejam como foi o Street League em São Paulo com Nyjah Huston e Pâmela Rosa vencendo tudo! Ou o Campeonato Mundial de Street em Roma que o Yuto Horigome venceu!

Inscreva-se no Grito News!
Com as Novas do Skate!
Share
Leave a Comment