O Grito da Rua e o Skate Nacional! Uma história de uma geração!

O Grito da Rua surgiu em 1986, na TV Gazeta!

O Grito da Rua e o Skate Nacional estão atrelados até a morte! Foi o primeiro programa na TV brasileira totalmente dedicado ao skate! Era transmitido aos sábados às 19h, com reprises aos domingos, líder de audiência (03 pontos Ibop). Deixavam as mães loucas, porque elas não podiam assistir a novela, mas era só neste horário, pois assim que acabava o programa, a máfia saia nas ruas detonando tudo! Era o início do Street e do Downhill ganhando as ruas! Grito da Rua!!!

Eduardo Dardenne Badeco, além de apresentador também era proprietário da Mustabí Creize, a única loja voltada totalmente ao skate, na época, e com isto se tornou o pico da máfia do skate, foi lá que surgiu o convite feito pelo Dr. Anshowinhas para apresentar o bloco Grito da Rua no seu Programa Yeah Tv. Que aceitou de imediato, patrocinando e apresentando o bloco do programa que se chamava Grito da Rua. Mas pena que durou um mês, e por falta de patrocínio  acabou. Com isto, Badeco viu uma oportunidade e se juntou com o diretor e proprietário do nome Grito da Rua, o Davilson Brasileiro, para dar continuidade ao Grito da Rua, que passou a ser  produzido e patrocinado pela Mustabí.

Como surgiu o termo Máfia no Grito da Rua!

Num determinado dia, saímos a procura dos skatistas pela cidade e quando descíamos a Rua Marta, na Barra Funda, cruzando a Rua Parintins. vimos uma aglomeração no fim da rua, foi quando Badeco falou, “Para! Volta ali, vamos ver que máfia é aquela ali!” E quem eram? Era uma máfia varando uma rampinha de madeirite felizes da vida e isto foi um marco!

E assim surgiu o termo, que logo se consagrou entre a molecada que ficava em frente a Mustabí. E esta máfia foi crescendo e dela surgiram os primeiros ídolos do skate desta geração; Cupim, Cabrália, Rui Moleque, Fernandinho Batman, Beto or Die, Not Dead, Thronn, Mureta, “Por que?”, “Pois é”, Neguinho, e até o Chorão do Charlie Brown Jr, que era patrocinado pela Mustabí Creize, surgiu de lá.

Coisas pra saber!

Você sabia que o pai do Bob Burnquist comprou o primeiro skate dele lá na Mustabí, veja esta história aqui. Outra é que o Badeco insiste que incentivava o Lincoln Ueda a ir o mais alto possível para poder dar a manobra, ele falava: ” Vai pro alto e tenta fazer a manobra lá em cima, que é mais fácil” e assim foi. Histórias não faltam, mas a mais importante é que  Sandro Dias, Ueda, Bob, entre outros de enorme importância, levaram o skate nacional para o topo do mundo! Somos muito gratos a eles. E não podemos esquecer disto! Muita gente ralou muito pra a gente chegar onde chegamos.

Conheça esta máfia! Acesse: grito-old-school-skateboarding

Músicas do Grito da Rua!

Como a música sempre esteve diretamente relacionada com skateboard, o Grito da Rua trazia em seus conteúdos bandas do cenário mundial que marcaram toda esta geração como; Joy Division (Abertura do programa com a música Ceremony), T.S.O.L (Encerramento do programa com Flower By The Door), Dead Kennedys, Agent Orange, Suicidal Tendencies entre outras.

Toda essa sonzeira embalou as lendárias matérias; Pico do Jaraguá, Ladeira da Morte, Moemagem, Centro da Cidade, Skate Black, O Tubo, Free Style e Hip Hop Combinam(Código 13), entre diversas outras, que você pode ver no vídeo acima.

Como o Grito da Rua ficou fora do AR!

Nos meados de 1989, fizemos um acordo com o diretor de programação da TV Record, que o sinal era bem melhor, abrangia todo o Estado de São Paulo, para estreamos, em setembro, o programa lá com a matéria inédita: Grito in U.S.A.

Saímos da TV Gazeta de uma maneira não tão amigável, o grande erro, e fomos para os Estados Unidos compramos a melhor câmera da época, uma Panasonic Super-VHS e nos encontramos com a Máfia Master: Daniel Bourqui, nosso grande produtor, intérprete e babá do Bigo, Mauro Mureta e do Badeco. Isto em Nova York e de lá fomos para Chicago num Campeonato Nacional Americano de Skate e de lá para Califórnia. O Grande Sonho! Mas…

Bahhhhh! A idéia do setembro negro! Não foi boa!

Infelizmente, em 1989, a negociação que estava em andamento, a qual levaria o programa para a TV Record, não foi aceita pelo novo proprietário, o Bispo Edir Macedo, que não quis saber desta história de skatistas na emissora dele. E como tínhamos saídos da TV Gazeta meio que brigados, não tínhamos onde estrear o Grito da Rua In U.S.A e desta forma o Grito da Rua ficou fora do ar! Ninguém nunca viu o Grito in USA. Mas tudo acabou mesmo quando veio a era Collor, que todo mundo sabe como foi. Foi uma desolação total, ninguém sabia pra onde ir!

Mas vamos matar a saudade!

Assista agora o DVD Grito da Rua 1989 com as matérias que ficaram para a história do Skate Nacional. Direção do nosso dignifico Diretor Davilson Brasileiro e toda a nossa equipe.

” O Grito da Rua tem dois eixos;

um no passado e outro no futuro!”

Badeco Dardenne

Onde foi parar o Badeco?

A Mustabí foi miando, tentando sobreviver, o grande grafiteiro Speto, chegou a fazer um grafite na loja, que era um deserto, coisa mais louca, mas na loja não vigava, o capital de giro acabou e ele acabou com sua velha Parati e algumas tranqueiras e foi morar em Maresias, numa casa redonda, na Rua Nova Iguaçu, lá no fundão. Montou uma barraca de praia com uma lona de 5×5 e quatro estacas na areia, e foi um sucesso, de alegria, não de grana, deram um bar pra ele, foi um sucesso, virou dono de bar, o Bardeco em frente ao antigo Bar do Shaolin. Em julho acabou, Badeco se casou, teve dois filhos, trabalhou na 775 Confecções onde tinha uma equipe de Skate, Surf e Bike, junto com Anshowinhas, até ele se reencontrar com o skate num Campeonato na Ladeira da Morte em 2012 e não deu outra!

Grito da Rua retorna, mas agora na Internet e ao Vivo!

Inscreva-se no Grito News!
E fique sabendo das Novas do Skateboard!
  • 20% off nos Produtos GdR!
  • Baixe DVD do Grito!
  • Fortifique o Grito!

Em 2012 o Grito da Rua voltou ao ar, mas agora via web e se transformo em um canal de mídia multiplataformas, mas sempre com a essência skateboard na veia! Estávamos presentes no Facebook, Youtube, Ustream, Skype e por onde desse para se comunicar com a máfia no mundo virtual.

Primeiro programa “Ao Vivo” da internet de skate foi ao ar todas as sextas as 21h, com a colaboração direta do público por meio de chat, skype , leaders e redes sociais. Novamente fomos pioneiros.

Devido sua história e alicerces, o programa continuou com o seu público fiel, a máfia, que sempre agradecemos por este eterno apoio!  Mas agora o skate mudou, cresceu e o Grito não abrange mais só os “Old School”, mas toda uma nova geração de skatistas brasileiros, todos de alto nível, representando o Brasil por todas as partes e novos ídolos a conhecer: Pedro Barros, Kelvin Hoefler, Letícia Bufoni, Luan de Oliveira…

No programa,  assim como no site, contamos com blocos exclusivos:

– GritoNews> Informa as últimas notícias do mundo do skateboard.
– OldSchool> Assista as lendas do skate andando, bem novinhos, e conheça a história do skate nacional.
– GritoPlus> É o plus(+) das matérias, ou seja, nossas melhores matérias.
– MáfiaCrew> Participação da Máfia, que enviam o vídeo com o seu rolê para ser passado no “Ao Vivo” e participar de premiações, sorteios…
– GarageBand> Espaço reservado para as Skate Rock Bands mandarem seus clipes e também participarem das promoções.
– Highlights> São os melhores momentos do programa ao vivo.

Quadros especiais

Com Dani Ribeiro, Enéas Caramujo, Alex Araujo, Narinho Guita e edição especial de Aroldo Miranda, que também era o responsável, o broadcaster, pelo programa ao vivo.

Badeco teve muita importância no cenário do skate profissional do Brasil. Participou influentemente na criação da USE – União entre Empresários e Skatistas, pois foi criada em cima do formato de patrocínio do Circuito Bebe Diabo(DHS para até 13 anos), que era com cotas mensais, em valores iguais, para manter o circuito. Esta idéia depois foi levada adiante pela UBS – União Brasileira de Skate, mas devido a marcas maiores quererem ter maior visibilidade, acabou se perdendo no tempo esta idéia maravilhosa…  Não só por isto e por outras que o Badeco é inteirado no assunto.

Então vamos assistir o melhor filme de skate Nacional!

Vida sobre Rodas! E saiba um pouco mais sobre o Grito da Rua e o Badeco Dardenne na história do skate nacional ! Direção Daniel Bacaro!

Este video é conteúdo do Youtube, mas acho que todos que amam o skate deveriam ter uma DVD original em sua casa para podermos fortificar cada vez mais o skate. Achei este link(http://goo.gl/JfT71u) onde você pode comprar por R$ 17,90.

E a história continua! O skate está bombando! Tudo graça a vocês! Máfiaaa!!!

Veja as matérias com os ídolos que fizeram o que o skate é hoje! Aqui no Grito da Rua OldSchool!!!

Share

Most Shared Posts

This website uses cookies.

Read More