Projeto Skate Cidadão de São Carlos | Dever do Estado?

São Carlos, no interior de São Paulo, mostra que a resposta é sim!

Projeto Skate Cidadão de São Carlos! Quando ele chegou a mim demorei para abrir, não sei porque. Acho deve ser algum pré conceito, que pode ser qualquer um que você esta imaginando agora. Mas ao assistir, emocionei!

Vamos ver o que o nosso amigo, fotógrafo e amante do skate David C. Fugazza descreve do projeto!

Projeto Skate Cidadão de São Carlos

Agora esporte olímpico, o skate também pode ser uma forma de diversão e, acima de tudo, uma maneira de inclusão social. Já não há mais espaço para criminalização do esporte, assim como ocorreu décadas passadas.

E é isso que o Projeto Skate Cidadão, de São Carlos, interior paulista, vem fazendo com as crianças e adolescentes do bairro São Carlos 8, na periferia da cidade, desde 2017.

O projeto, que começou com apenas dois skates e de forma voluntária pelos seus idealizadores Rodrigo e Patrícia Riccó, é a maior prova de que com a união de forças, entre poder público, iniciativa privada e as organizações não governamentais, a vitória é certa.

Hoje, o Skate Cidadão, que atente mais de 170 crianças e adolescentes, conta com apoio da Prefeitura de São Carlos, Unimed, Narina e Rotary Club São Carlos.

Se com o carrinho no pé, os discípulos de Riccó mostraram talento para conquistar, por exemplo, o circuito paulista de skate, organizado pela Federação Paulista de Skate (FPS), fora das pistas, pais, professores e comunidade têm acompanhando a evolução dos pequenos, seja através de boas notas na escola ou até de disciplina e foco.

Para demonstrar isso, o projeto lançou, nesta sexta-feira (18), o vídeo “Projeto Skate Cidadão- A Dream Com True”. Lá, além de manobras, é possível ver depoimentos de educadores, alunos e pais, que corroboram com os resultados do projeto.

A Pandemia está ai, mas pra quem quer o bem, todo santo ajuda!

Este ano, apesar de toda dificuldade imposta pela pandemia causada pelo novo coronavírus, o projeto foi mapeado junto à Confederação Brasileira de Skate (CBSk). Com a parceria, a Skate Cidadão recebeu cerca de 700 kits com máscara e álcool gel, que ajudaram na consciência sobre a necessidade de se cuidar neste período tão atípico.

Então, vamos assistir a este vídeo muito bem montado pelo pessoal blablaba, mas vejam até o final! É muito importante!

Inscreva-se no Grito News!
E fique sabendo das Novas do Skateboard!
  • 20% off nos Produtos GdR!
  • Baixe DVD do Grito!
  • Fortifique o Grito!

União, União e União!

Entre a Prefeitura de São Carlos, Unimed, Narina, Rotary Club São Carlos, de algum modo a Federação Paulista de Skate (FPS) e o trabalho de mapeado das ONGs pala Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e a ONG Social Skate do Sandro Testinha.

O bacana começa com o voluntarismo dos idealizadores Rodrigo e Patrícia Riccóa, que consegui juntar a Prefeitura, o Rotary com uma grande empresa da Saúde. Este é um ponto importante e a grande dica, conseguir tirar o peso sobre o falido estado, que no caso entra com a estrutura do espaço, não sei se a Unimed o mantém, que seria ótimo.

Skatista pro participa do projeto Skate Cidadão
David C. Fugazza ajuda skatista do Projeto!
Passeata de agradecimento ao poder Público pelo Projeto Skate Cidadão de São Carlos com David C. Fugazza.

Marcas Nacionais do Skate!

E por outro  lado tira o peso das marcas de skate nacional, que devido aos altos custos empresariais, não conseguem bancar uma estrutura desta. Mas é interessante ver a Narina participando, uma empresa, que apesar de ser uma marca do final dos anos 80, está recomeçando agora e teve a visão de apoiar este projeto. Falar o que? Parabéns Gilberto Narina!

Mapeamento ONG Social Skate e CBSk!

Mais um fruto do trabalho de iniciativa da ONG Social Skate junto com a CBSk que conseguiram mapear mais de 46 projetos para “orientar, facilitar e dar direção para que juntos possamos levantar a Bandeira do Skate como agente de Educação e Transformação Social”, destaca a pedagoga Leila Vieira. Veja a matéria completa aqui no Grito!

Visão Política Filosófica.

O Neoliberalismo econômico, que de neo não tem mais nada, com a Pandemia esta tendo que rever os seus preceitos de participação zero do estado na economia. Estado liberal tem sim sua função de investir no esporte e na cultura. Mas diminuindo o tamanho do estado, suas regalias e investir em Parcerias Público-Privadas.

Thanks!

CBSk e ONG Social Skate!

Share
Ok?

Most Shared Posts

This website uses cookies.

Read More