A fadinha do skate salva o Brasil! Street feminino é prata com Rayssa Leal!

Mais uma vitória no skate!

Rayssa Leal a fadinha do skate ganhou sua primeira olimpíada. Com apenas 13 anos, conquistou a atenção do mundo e o coração de todos com sua vitória. Ela ganhou a segunda medalha do Brasil nos jogos de Tokyo 2020 e se tornou a mais jovem medalhista brasileira. Vejam vídeo exclusivo abaixo que levou a conquista da medalha de prata.

A fadinha do skate Rayssa Leal e as brasileiras nas classificatórias

Antes de mais nada, a brasileira estreou na última bateria com manobras clássicas que costuma mandar nos campeonatos, como Bs Smith, Bs Lipslide e também Flip Fs Boardslide. Durante toda sua volta ela mostrou muita tranquilidade e leveza nas manobras.

Como em um conto de fadas, ela mostrou toda sua magia desafiando os obstáculos mais difíceis com muito estilo. Com certeza ela deixou muito marmanjão de boa aberta ao descer aquele corrimão gigante sem mostrar muito esforço.

Rayssa leal a fadinha Bs Lipslide

Logo depois Letícia Bufoni estrou na mesma bateria mandando uma linha parecida com as voltas que costuma fazer em outros eventos. No entanto, ela resolveu inovar e mandou um belíssimo Tucknee durante a volta. Em contrapartida, ela preferiu não arriscar muito nos slides lançando manobras bem mais simples.

Em um momento parecia que os juízes não deixaram ela passar vela no corrimão, quando ela estava tentando mandar um Bs Smith. Logo esse foi o motivo de não ter arriscado tanto e não ter pontuado para chegar nas finais.

Letícia Bufoni Tucknee

Pamela Rosa  estreou na terceira bateria e também optou por fazer uma volta mais comum, com manobras básicas, pois estava com uma lesão no tornozelo esquerdo. Assim ela acabou errando manobras como Bs Crooked que costuma acertar com tranquilidade, por conta do esforço e impacto. Por isso, não foi para as finais.

Gringa em destaque

As japonesas Funa Nakayma e Momiji Nishiya elevaram o nível da competição constantemente e mostraram muita base. Manobras como Fs Crooked grind, Bs Heelflip e Fs Bluntslide estivera presentes na volta de Nakayama. Já Nishiya mandou um belíssimo Bigspin Fs Boardslide que deixou a galera impressionada pela perfeição.

De maneira similar as atletas finalistas, Roos Zwetsloot também mostrou um preparo incrível. Ela mandou várias no corrimão maior, como Fs Smith, Fs Crooked e Fs Feeble.

As notas do Street Feminino variaram de 1 a 5 devido a pontuação dada por manobra. Todas são excelentes profissionais. As olimpíadas foram baseadas em uma avaliação absoluta das manobras no evento Street que engloba o masculino e o feminino.

A fadinha do skate nas finais

Acima de tudo a fadinha batalhou e conseguiu a medalha de prata além de mostrar a alma do skate para o mundo. Ela conquistou seu espaço e reconhecimento mundial pela simplicidade, carisma e desempenho.

Apesar da correria e de toda a batalha envolvida para a conquistar a vitória, Rayssa mostrou-se descontraída e subiu no pódio com as japonesas Nishiya (ouro) e Nakaiama (bronze). Em contrapartida, as japonesas estavam bem focadas e sérias. Elas lançaram tricks mais arriscadas que exigem uma evolução mais acelerada. Em síntese, talvez esse seja o segredo dos atletas japoneses.

 

Todos os holofotes

Rayssa recebeu a atenção e o carinho do mundo. Além de lançar uma campanha para a Nike SB ela estava sendo observada desde os treinos pelo Tonyzinho (Tony Hawk). Definitivamente, voar alto é a cara da Birdhouse. Afinal de contas, será que teremos novidades?

Como resultado de um trabalho de anos, muito suor e dedicação acompanharam a trajetória da fadinha até as olimpíadas. Esse é apenas o começo de uma jornada promissora que tem pela frente um caminho repleto de conquistas.

Grito News!

“Fadinha”: advogada registra marca e repassa para a família de Rayssa Leal

26.jul.2021 (segunda-feira) – 20h03
A advogada Flavia Penido decidiu nesta 2ª feira (26.jul.2021) registrar junto ao Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) a marca “Fadinha” –apelido da skatista Rayssa Leal, que conquistou medalha de prata na Olimpíada Tóquio 2020- e repassar “gratuitamente, eventuais direitos que possa vir a ter” para ela, representada pelos pais, ou quem for indicado. Fonte: Poder 360.

Acompanhe aqui tudo sobre o skate nas olimpíadas.

Aqui você fica por dentro do site oficial da olimpíadas de Tóquio 2020.

Inscreva-se no Grito News!
Com as Novas do Skate!
Share
Dá um Grito aqui!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

The field is required.