Sky Brown em 3º, Yosozumi Sakura 2º e Hiraki Kokona 1º no Skate Park

Torcer para o adversário será o legado do skate no imaginário coletivo de todos os esportes!!!

Sky Brown em 3º? Sim a queridinha do mundo ficou em terceiro depois de se recuperar das voltas não completadas, e fica atrás das japonesas Yosozumi Sakura e Hiraki Kokona, que se penteou na modalidade Skate Park. Sim! Se penteou depois de uma volta impecável e muito comemorada pelas amigas. Mas a ansiedade estava no ar, começaram os erros, Sky Brown e  Misugu Okamoto sentiram a maior tenção. Se Okamoto acertasse a linha dela, Sky Brown dificilmente conseguiria tirar o Trio Japonês do pódio.

Quem pensou que as emoções no skate park feminino não seriam fortes, não sabe o que perderam, mas como eu não vou deixar vocês chorando, fiz umas imagens com o meu celular. Uma espécie de “chama atenção” para o Comitê Olímpico se tocar que se ele quer entrar no mundo jovem, tem que acabar com este monopólio das imagens. Poderiam fazer uma consulta ao pessoal do Dew Tour que fizeram a melhor cobertura do Mundial de IWOA, o Dew Tour Des Moine 2021, que você pode ver aqui no Grito. Eles liberaram todas as imagem e com uma assessoria de imprensa nota 10.

Baterias (Eliminatórias)

Durante as quatro baterias tivemos todos os estilos de skate possível, desde as manobras old-school até as manobras mais “clássicas” que rolam nos campeonatos onde há transições. As brasilieiras Dora Varella e Isadora Pacheco fizeram uma volta um pouco mais tranquila, sem arriscar muito, mandando manobras como Stalefish, Smith grinds no coping e Boneless. Já Yndiara Asp arriscou um pouco mais e mandou algumas manobras old school como Fastplant e Plant to tail. Muito legal ver o estilo dela de manobras.

As gringas também chamaram a atenção como a popular Sky Brown com seu Fs nosegrind no contorno do coping (Essa manobra exige muita precisão e controle), Além do Backside Air, Stiffy e handplant. Bryce Wettstein mandou um noseblunt muito bonito e surpreendeu a galera no final de sua volta  quando criou uma espécie de sweeper parando de tail e mandando um finger flip antes de dropar (pelo que entendi foi algo dessa espécie).

As japonesas voaram alto demais. O destaque vai para volta da Misugu Okamoto com aquele Mctwist insano (fazer isso com 14 anos exige muito treino), aquele boneless esticadão e um kickflip indy decolando. Realmente, a preparação delas deve ser algo fora de sério.

As Emocionantes Finais!

As brasileiras Yndiara e Dora optaram por seguir com as mesmas linhas de manobras. A tensão estava muito grande nas olimpíadas. Mesmo sabendo que o importante é divertir elas estavam na busca das medalhas. No entanto, mesmo com as voltas bem feitas, dessa vez não rolou para o Brasil.

Mesmo com a volta impecável Misugu acabou ficando em quarto lugar. Ela também usou a mesma estratégia das baterias nas voltas das finais. Já Sky Brown manteve a mesma linha de manobras, no entanto em uma de suas voltas errou um kickflip Indy a acabou ficando com o terceiro lugar.

Kokona Hiraki mostrou uma volta bem diversificada e vários slides como aquele Nosegrind foda, Bs Lipslide, Fs Smith, além de aéreos que ela guardou especialmente para a  final como Kickflip Indy e 360 Stalefish. Essa diversidade de manobras fez com que Kokona ficasse com a medalha de prata.  Já Sakura Yosozumi guardou duas bombas: um 540 ollie (Segurando já é embaçado, imagina rodar sem segurar o skate?) e também um 540 grab. Essas duas pancadas além de uma volta perfeita fizeram com que ela chegasse ao primeiro lugar, levando o ouro.

Skate Park Feminino | Sky Brown em 3º, Sakura Yosozumi, 2º e Kokona Hiraki 1º!

Resultado:

1º – Sakura Yosozumi

2º – Kokona Hiraki

3º – Sky Brown

4º – Misugu Okamoto

5º – Poppy Olsen

6º – Bryce Wettstein

7º – Dora Varella

8º – Yndiara ASP

As Brasileiras surpreenderam! Dora Varella amadureceu muito, mas ainda precisa a aprender a brincar de voar na pista, para que as coisas fiquem mais fáceis. Yndiara ASP tem o skate na alma e poderia surpreender, coisa que a Isadora Pacheco conseguiu, quem é esta menina!? Ainda tem apenas 16 anos. Uau!

Não percam amanhã as 20:30 no SPORT TV. Vamos ficar todos ligados com Rony Gomes e a linda Karen Jonz fazendo seus comentários. E olha que hoje mandaram bem, não só eles como o comentarista da emissora. Todos de parabéns! Eu aposto no Luizinho e vocês?

Se vocês quiserem podem tentar achar alguma imagem no Site Oficial das Olimpíadas de Tóquio aqui!

 

Inscreva-se no Grito News!
Com as Novas do Skate!
Share
Badeco Dardenne

Nos anos 70 era surfista e andava de skate quando não tinha onda, montou seu primeiro skate pregando os eixos do Patins Torlay na madeirite, andava nas ladeiras do Leblon e filava o skate da galera da Cobal do Humaitá. Andou em Campo Grande, mas no Barramares e no Rio Sul ficava babando. Com a Mustabí Creize, a primeira loja 100% skate, produziu o Circuito DHS Bebe Diabo, para iniciantes e amadores, em Perdizes, Sumaré e na Ladeira do Bosque. Com o Mustabí Team patrocinou o Campeão Overall Renato Cupim e o Chorão do CBJ no Freestyle, entre outros. Foi o produtor e apresentador do Primeiro programa do Skate na TV, O Grito da Rua! Foi co-fundador da USE (União de Skatistas e Empresários). É auto-didata, disléxico e incentivador do skateboard Nacional.

Dá um Grito aqui!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

The field is required.