Resolução Oficial referente à participação de brasileiros em eventos não reconhecidos pela Confederação Brasileira de Skate

A CBSk, através da figura do seu presidente, e pelos poderes concedidos ao mesmo através do seu estatuto, vem por este informar que todo e qualquer skatista, árbitro ou profissional do skate brasileiro vinculado a esta entidade, seja diretamente confederado ou participante de circuitos oficiais e/ou eventos no âmbito municipal, estadual ou nacional, organizado por associações ou federações estaduais, poderá e deverá sofrer punições pela sua participação em eventos não reconhecidos pelos legítimos órgãos do skate, em âmbito nacional ou internacional, sendo respectivamente a CBSk e ISF.

A CBSk somente reconhece competições homologadas por entidades internacionais parceiras, sendo: World Cup Skateboarding (WCS), Association of Internationals Skateboarders (AIS), Internacional Skateboard Union (ISU), International Downhill Federation (IDF), International Gravity Sports Association (IGSA), World Freestyle Skateboarding Association (WFSA), International Slalom Skateboard Association (ISSA), International Skateboarding Distance Association (ISDA) e eventos oficializados pela International Skateboarding Federation (ISF), como Damn AM, Street League Skateboarding e Vans Park Series. Além dos eventos em território brasileiro organizados pelas Associações e Federações filiadas.

Ressaltando que a possibilidade de sanções também é válida para promotores de eventos e entidades, Associações e Federações, que aceitem a participação destes em eventos reconhecidos pela CBSk ou suas filiadas.

A CBSk é a única entidade brasileira legítima no regimento e desenvolvimento do skate como esporte no Brasil e filiada a ISF (International Skateboard Federation).

Marcelo Santos

Presidente

Confederação Brasileira de Skate

Veja entrevista exclusiva com Ed Scander – Vice Presidente da CBSK

Nota do Redator:

Este posicionamento da CBSK se deve a alguns acontecidos no meio esportivo dos últimos dias que infringe os direitos de nossa representante master do Skateboard Nacional.

Saberão maiores detalhes assim que nos permitirem.

Badeco Dardenne, mas veja esta notícia e você entenderá!

http://globoesporte.globo.com/sp/santos-e-regiao/noticia/skatista-de-santos-e-convocado-para-disputa-do-1-pan-americano-de-nacoes.ghtml


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Grito Angry! Grito Angry!
0
Grito Angry!
Confuso! Confuso!
0
Confuso!
Interessante Interessante
0
Interessante
Cagueideri! Cagueideri!
0
Cagueideri!
Que legal! Que legal!
0
Que legal!
Ooooh Ooooh
0
Ooooh

Comments

0 Comments

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Badeco Dardenne
Surfista/skatista nos anos 70, montou seu primeiro skate pregando os eixos do Patins Torlay na madeirite, andava nas ladeiras do Leblon e filava o skate da galera da Cobal do Humaitá, andou em Campo Grande, no Barramares e ficava babando no Rio Sul. Montou a primeira loja 100% skateboard, a Mustabí Creize onde aconteceu o Circuito Bebe Diabo, para iniciantes do Downhill Slide em Perdizes, Sumaré e na Ladeira do Bosque(Morumbi). Com o Mustabí Team, patrocinou o Campeão Overall Renato Cupim, Chorão do CBJ no Freestyle, entre outros. Virou apresentador e produtor do Primeiro programa do Skateboard na TV, O Grito da Rua! Foi co-fundador da USE - União de Skatistas e Empresários. É auto-didata, disléxico e incentivador do skateboard Nacional.