Psycho Skate from Vision Streetwear | circa 1988 | Gator Rogowski

Psycho Skate virou a cabeça de muita gente!

Psycho Skate de Vision Streetwear, por volta de 1988. Este vídeo é uma boa mistura de Freestyle, Vert e até mesmo alguns primeiros snowboarding. Parece que tudo no final dos anos 80 era uma espécie de cor neon brilhante. Você se lembra das camisas que mudam de cor? Mais depois do salto.

Vision Streetwear traz muita emoção quando você menciona isso para as pessoas hoje em dia. Alguns o odeiam com paixão, enquanto outros podem abraçar o que o Vision trouxe para o skate. A visão era o mais comercial possível quando se tratava de skate. Eles eram uma grande empresa e até compraram os skates Sims em um ponto. O tamanho da Vision foi sua queda no final, e o fato de que a maioria de seus skatistas saiu para abrir suas próprias empresas. Brad Dorfman vendeu a Vision Streetwear para a empresa canadense Lifestyle Inc.

Brad Dorfman começou a vender skates de seu carro na praia. Ele estava à frente do pelotão quando contratou Mark Gonzales, Rodney Mullen e Gator Rogowski, que foram alguns dos melhores skatistas da época. Mark Gonzales mais tarde começou a Blind Skateboards (har har) com Jason Lee. Enquanto Gator tinha uma grande confusão de demônios pessoais que eventualmente destruíram sua carreira.

Com a idade de quatorze anos, Gator já andava com os skates Vans e G n ‘S. Quando Gator derrotou Tony Hawk no Del Mar Spring Nationals em 1984, Brad Dorfman o colocou em sua nova empresa, a Vision Skateboards. Gator era conhecido internacionalmente em 1990 e estava ganhando dinheiro com as mãos. Quando ele estava na Alemanha, ele se embebedou, deu um soco em um segurança, um taxista e então subiu em uma janela do segundo andar onde ele caiu e empalou o pescoço em uma cerca, o que quase o matou.

Gerente da Equipe da Vision John Hogan:

Ele está com tanta dor, e está tão bêbado que se tornou um louco. Quase como se ele estivesse tomando alguma droga super-humana como PCP ou algo assim. … Na manhã seguinte, ele se levantou e disse: ‘porra, o que aconteceu?’ Era simplesmente inacreditável, que ele não tinha ideia de onde estava, como chegou lá.

Gator tentou limpar sua vida, tendo “encontrado” o cristianismo, mas no final, sua condição bipolar não diagnosticada foi sua ruína. Se você não sabe o resultado trágico do que aconteceu com Gator, então eu recomendo que você assista Stoked: The Rise and Fall of Gator.

“Eu percebo que fui em uma enorme tangente do Gator, mas sua história é muito mais interessante do que a história da Vision, na minha opinião.”Análise do vídeo Vision Classic Sk8 DVD Retrosk8!

Psycho Skate from Vision Streetwear: Skatistas em destaque: Barry “Chicken” Deck, Primo Desederio, Diane Desiderio, Mark Gonzales, John Grigley, Tom Groholski, Tony Hawk, Christian Hosoi, Chuck Hults, Marty “Jinx” Jimenez, Bruce Logan, Rodney Mullen, Steve Rocco, Mark “ Gator ”Rogowski

Assistas mais Filmes/Documentários/Trailers de skate aqui no Grito da Rua! Yeah!

Inscreva-se no Grito News!
Com as Novas do Skate!
Share
Badeco Dardenne

Nos anos 70 era surfista e andava de skate quando não tinha onda, montou seu primeiro skate pregando os eixos do Patins Torlay na madeirite, andava nas ladeiras do Leblon e filava o skate da galera da Cobal do Humaitá. Andou em Campo Grande, mas no Barramares e no Rio Sul ficava babando. Com a Mustabí Creize, a primeira loja 100% skate, produziu o Circuito DHS Bebe Diabo, para iniciantes e amadores, em Perdizes, Sumaré e na Ladeira do Bosque. Com o Mustabí Team patrocinou o Campeão Overall Renato Cupim e o Chorão do CBJ no Freestyle, entre outros. Foi o produtor e apresentador do Primeiro programa do Skate na TV, O Grito da Rua! Foi co-fundador da USE (União de Skatistas e Empresários). É auto-didata, disléxico e incentivador do skateboard Nacional.

Dá um Grito aqui!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

The field is required.