Mulherada do Skate cada vez mais forte!

O Empoderamento das Mulheres no Skate não começou agora com surgimento deste termo, que representa um passo a mais na liberdade das mulheres do skate, e da humanidade. Não vamos nos ater a lembrar dos primeiros nomes das meninas que abriram as portas da escuridão e viram a luz do skate como forma de se expressar e de quebrar preconceitos. Vamos dar um giro pelo o que aconteceu no mundo do Grito da Rua e das últimas ações que as meninas tem feito para demonstrar o seu poder.

O Programa Grito da Rua #149 foi um especial para elas: “O Grito das Meninas!”

Para começar a demonstrar o empoderamento da mulher no skate vamos vê-las competindo. Mas porque? Porque é nas competições onde as coisas se revelam. É ali que nos vemos a união do grupo e suas revelações. Sem campeonatos nada acontece!

Neste campeonato de 2015 (37:33) Cadu Soares apresenta o Feminino de Bowl no Campon, organizado pela Associação Feminina de Skate – AFSK, sob o comando da Renatinha Paschini, que fala das velhas dificuldades do mercado… Mas o que importa, também, é que o campeonato foi dez e revelou nomes promissores como a Mariana Costa (3º), Dora Varella (2º), Yndiara ASP (1º), entre outras.

Outro movimento que estava rolando, era os das meninas do vertical, no tradicional Vert in Roça, celeiro do vertical brasileiro, no meio do mato, numa fazenda só de skatistas! Maior astral! Competição de alto nível organizado pelo Natália Niggli. Se você gosta do vertical, você tem que conhecer este lugar! Passar uma semana! Preparar as bases. E quem sabe, encontrar com a Thais Gazarra (3º), Dora Varella (2º), Letícia Gonçalves (1º), e com todas que lá se divertem e discutem sobre a situação do skate feminino nacional.

O Street Feminino revelando campeãs!

E tem também o movimento do street no Brasileiro Amador Feminino, no Campon, onde tivemos a oportunidade de ver as meninas calando os amadores, porque elas detonaram! Não só nas manobras, mas na postura guerreira. Uma história de lutas, vejam este bate papo que fizemos com as s meninas Juliana Monteiro(RJ), Pamela Rosa, Edi Mesquita(Sobral) e a Renata Paschini!

E como história boa é pra se contar! A nossa amiga Sabrina Oliveira se recupera de uma operação no Joelho e conta a sua história da chupeta! E também, não percam, no final, a vaca histórica de uma gata muito corajosa, que não quis nem saber e se jogou no skate! É isto ai!

Recorded on 08/03/15 – Captured Live! Dê o seu like 👍, comentário ✍️, compartilhe ✉️ e se inscreva 🖊 ativando o “Sininho” 🔔 no Youtube: https://goo.gl/P1KAgX. Assine o Grito Skate News: https://eepurl.com/c8tpRn e ganhe 20% de desconto. E inscreva-se também no Instagram: https://instagram.com/gritodarua Twitter: https://twitter.com/gritodarua. Página exclusiva para o Skate Feminino !

E os resultados começaram a aparecer!

Tivemos aqui no Brasil dois grandes eventos onde podemos ver o resultado da luta da mulher por um espaço no skate e elas conseguiram. No Mundial da Street League, aqui em Sampa, rolou o Women’s Super Crown, com arquibancada cheia e auto grau de profissionalismo das meninas. E você vai sentir isto vendo as brasileiras competido com as melhores do mundo, em busca de uma vaga nas Olimpíadas de Tóquio, agora só em 2021, foi realmente D+! Mas vejam das quartas de final até a final!

1º Pamela Rosa – BRA 2º Rayssa Leal – BRA 3º Aori Nishimura -JPN 4º Candy Jacobs – NED 5º Mariah Duran – USA 6º Gabriela Mazetto – BRA 7º Alexis Sablone – USA 8º Yumeka Oda – JPN

Final Feminina do Mundial de Skate Park (World Skate Park Championship), em São Paulo!

As japonesas Misugu Okamoto (1ª) e Sakura Yosozumi (2ª) e a britânica Sky Brown (3ª) ficaram com o pódio. Dora Varella ficou com a sexta posição e Isadora Pacheco foi a sétima colocada. A australiana Poppy Starr Olsen (4ª), a norte-americana Lizzie Armanto (5ª) e a japonesa Kisa Nakamura (8ª) completaram a final. Nosso time de atletas não estava completo, Yndiara ASP fez falta. Sky Brown com seus 11 anos, surpreende nas manobras e simpatia, mas é seu pai que dá toda orientação durante a competição e também na construção da imagem da filha, que leva a imagem do skate para outros níveis, nunca dantes navegados.

E a nossa “Fadinha do Skate”, o que tem a dizer!

Não vou ficar aqui dando a ficha dela, pois todo mundo sabe que a Rayssa Leal é algo fora do comum, podem até comparar com a Sky Brown, em termos de idade, simpatia e muito skate no pé. Mas antes de tudo ela é nossa! Nossa brasileirinha querida do nosso coração. Mas quem sou eu para falar dela? Vejam quem é esta personinha, bem madura, que demonstra seriedade no que fala e que está pronta para ser uma campeã do skate mundial.

Mas agora vamos falar sério! Porque teve manifestação da Mulherada no Comitê Olímpico Brasileiro!

Mulheres na comissão de atletas no COB.

Mulheres marcam presença, meio a meio com os homens, na Comissão de Atletas que pede adiamento da comissão do COB para 2021! Foto: Rafael Bello/COBNa quarta-feira (29/07), a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) enviou à Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil (@comissao.atletas), na figura do presidente Tiago Camilo (@tiagocamilojudo) e da vice Yane Marques (@pentayane), a carta que pode ser lida na íntegra aqui. Ela manifesta a posição quanto à eleição da nova Comissão de Atletas do COB, marcada para o final do próximo mês de agosto.

Historicamente, esse pleito ocorre sempre durante as Olimpíadas de Verão, e seus eleitos seguem no cargo até o próximo ciclo olímpico. Porém, com o adiamento dos Jogos de Tóquio por conta da Covid-19, as eleições da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Internacional e do Comitê Paralímpico Internacional também foram adiadas para o ano que vem. Acreditamos que assim também deveria ser feito pela Comissão que representa os atletas brasileiros, inclusive com o intuito de atender aos preceitos da Carta Olímpica.

Desta forma, respeita-se o ingresso no pleito não só das modalidades esportivas estreantes, como também de todos os atletas que tiveram seus objetivos de participar pela primeira vez de uma Olimpíada adiados por mais 1 ano, para 2021, já que o exercício do voto é atrelado à participação em pelo menos uma edição dos Jogos.

Assim sendo, mantemos nossos objetivos de criar oportunidades e igualdade através do esporte, de acordo com o DNA da entidade. Para tal contamos com o entendimento e bom senso daqueles que lideram e representam os maiores protagonistas do universo esportivo-olímpico, os atletas. Por: Carla Mata da Federação Piauiense de Skateboard.

Um marco no empoderamento da Mulher skatista.

Mas porque? Porque mexeu nos alicerces das forças do skate feminino e trouxe visibilidade para nossas meninas. Diversas ações comeram a pipocar. E na onda das “lives” no canal Christian Baeta, Canal de entrevistas com gestores de esporte e atletas, surge com o tema: “Empoderamento feminino no Mercado Desportivo”. Parabéns pela iniciativa.

Empoderamento da Mulher no Skate

“São grandes as barreiras das mulheres no dia a dia, mas para essas quatro guerreiras do esporte não há nada que possa para-las. Vamos fazer uma LIVE com Andressa Borzilo, coordenadora de Marketing Esportivo da Adimax / Magnus, e as skatistas Renata Paschini, Victoria Bassi e Thais Gazarra para mostrar que LUGAR DA MULHER É ONDE ELA QUISER! Ressaltar que as oportunidades têm que ser iguais tanto para os homens quanto para as mulheres. O esporte vem transformando a vida delas, dando segurança e permitindo às mulheres assumirem funções que antes eram dominadas pelos homens. Conversaremos com MULHERES GUERREIRAS que defendem o empoderamento feminino por meio do esporte.” Por Christian Baeta.

Com: Andressa Borzilo, coordenadora de Marketing Esportivo do Adimax / Magnus;  Renata Paschini: dentista, Presidente da Associação Feminina de Skate, Skatista Profissional 3X Campeã Brasileira, juíza pela CBSK e World Skate, Membro da Comissão de Igualdade de Gênero da World Skate; Victoria Bassi (11 anos): Campeã Brasileira de 2018, skatista mais jovem a integrar a seleção olímpica Feminina Brasileira de Skate Park/ Time Brasil e  Thais Gazarra: skatista, Jornalista, Apresentadora do canal da Confederação Brasileira De Skate (CBSK)

Muita história boa, que demonstra a mulher guerreira, que assobia, chupa cana, cuida da casa e não tira o skate do pé!

Associações Femininas do Skate Nacional estão se articulando juntas a CBSk!

A FEPISK – Federação Piauiense de Skateboard, liderada pela Carla da Mata, vem fazendo um trabalho muito forte no skate nordestino. E vem em boa hora, porque o mercado de skate no nordeste vem crescendo muito nos últimos tempos. E uma característica deste crescimento é a venda de produtos Made in Brasil e das marcas old school, que estão marcando território!

View this post on Instagram

Skateboard feminino no Brasil Na noite dessa terça-feira (28/07/2020) teve reunião ampliada com importantes lideranças femininas, representantes dos coletivos de mulheres do skate, mulheres dirigentes nas instituições de skate, AFSk e CBSk. A reunião aconteceu por vídeo conferência no aplicativo Skype. A pauta principal foi INCLUSÃO! Foi proposta estratégias para incluir e ampliar a participação das mulheres nas instituições de skate e comitês de atletas. Foi sugerida a criação de grupos de trabalho regionais e o presidente da CBSk, Duda Musa, disponibilizou a estrutura técnica da confederação para ajudar no início dos trabalhos. Também foi apresentada para as participantes a Associação Feminina de Skate – AFSK, que é uma entidade de São Paulo-SP, mas que oferece consultorias para mulheres de todo o Brasil. A AFSk ainda não tem abrangência nacional, mas está filiada a CBSk e a Federação Paulista, e pretende ampliar sua atuação para outras regiões do país. Algumas mulheres relataram as dificuldades e barreiras para conseguir incluir a categoria feminina em algumas competições estaduais e pediram apoio da CBSk para ajudar a resolver alguns impasses. Ao final ficou definida a realização de reuniões temáticas e criação de um grupo de trabalho exclusivamente formado por mulheres. Os nomes das representantes será definido posteriormente, Mas o indicativo é que haverá NO MÍNIMO uma representante de cada uma das 5 regiões do Brasil nesse grupo de trabalho que atuará junto com a CBSk e a AFSk. A próxima reunião ampliada será terça-feira, dia 04/08/2020, por vídeo conferência. Skateboard, envolve todos e todas, homens, mulheres, crianças, paraskatistas, competidores, for fun, os que trabalham no skate e para Skateboard, etc. Todos e todas unidos contra o preconceito e em favor da inclusão e equidade de gênero no Skateboard! Carla Mata diretora na Federação Piauiense de Skateboard, participou da reunião inicial #Skate #Skateboard #Mulheres #SkateFeminino

A post shared by Federação Piauiense de Skate (@fepisk) on

“O Meeting com a CBSK promovido pela AFSK foi muito produtivo.
Além de expormos os abismos existentes dentre os Estados com a realidade do skate em São Paulo (onde os órgãos são localizados), pudemos ainda ter uma conversa de respeito e unidade entre mulheres fortes que trabalham arduamente pelo que acreditam. Desta forma, em consenso definimos que será criado um departamento feminino representativo junto à CBSK que ficará encarregado de levar as necessidades de cada região, desta forma acreditamos ter empatia e evolução no skate feminino como um todo. Sou grata a AFSK por essa ponte e por cada mulher que se dispôs a apresentar seus ideais e dificuldades, assim andaremos juntas empoderando ainda mais mulheres e meninas que necessitam de um trabalho sério de amor e doação pelo skate. ”
Mah Veiga

Já contamos agora com a Liga Nordestina de Skateboard!

View this post on Instagram

Reunião ampliada das Mulheres do Skateboard Nordestino No ultimo sábado, 01/08/2020, foi realizada reunião ampliada das Mulheres do Skateboard Nordestino, para explicar a proposta da Confederação Brasileira de Skate – CBSk, sobre a criação de um Grupo de Trabalho (GT) exclusivamente formado por mulheres, para atuar junto a CBSK. Foi aplaudida a iniciativa da CBSk, que é exemplar e um passo importante para a inclusão direta das mulheres nas instancias de decisão, sendo relembrada as dificuldades que mulheres ainda encontram em alguns estados e que essa iniciativa deve ser seguida pelas associações e federações de skate no Brasil. Diretores da Liga Nordestina mobilizaram as skatistas nos seus estados e repassaram os informes e convite para todas. Por motivos de força maior, apenas representantes do RN, AL e SE não participaram desta primeira reunião. Cleo Vidal, do estado do Amazonas, participou como convidada, para assim repassar os informes e mobilizar as skatistas da região Norte do Brasil. Cada uma das mulheres falou das dificuldades e facilidades em ser skatistas nos seus estados, relatando um pouco da sua vivência no skateboard. A observação comum a todas as falas é que no skate institucional, assim como em muitos esportes, as mulheres ainda não estão em posição de igualdade com os homens, e mesmo com abertura de algumas federações para a participação das mulheres, estas ainda têm pouca atuação institucional, inclusive participação nos eventos. Os indicativos da reunião : – Grupo permanente no whatsapp para tratar de assuntos específicos do skateboard feminino. – Indicação de uma mulher por estado, para atuar como interlocutora no grupo das mulheres do Skateboard nordestino. – Nordeste é a maior região do Brasil com 9 estados, mas tem apenas 3 federações organizadas e/ou filiadas a CBSk. Para preservar a autonomia e representatividade destas federações, foi sugerido priorizar a confirmação das indicadas pelas federações (Caso do Ceará, Piauí e Bahia) para o GT da CBSk. O indicativo de algumas instituições coincidiu com a dos coletivos feminino, mas somente serão confirmados na próxima reunião, da segunda-feira, 03/08/2020, as 21h, no Skype. #Skate

A post shared by Nordeste Skateboard (@liganordestinadeskateboard) on

Canal da Associação Feminina de Skate – AFSK da Renata Paschini vem fazendo Lives bem interessantes.

Com conteúdo diversificado, ele vem trabalhando cada vez mais para que as meninas se afiliem na AFSK! Vamos lá! Vamos Fortificar este empoderamento!

Quem também vem fazendo um trabalho legal são as Divas Skateras

View this post on Instagram

Convidamos todas as brasileiras a participar do “Juego de S.K.A.T.E. Femenil” a nível latinoamericano, que foi organizado em conjunto pelos projetos da “Conexión Skate Femenil”!⁣ -⁣ Ilustra por @araxandthemoon⁣ -⁣ Virtual – VIA ZOOM⁣ Categorias: Avançadas e Intermediárias⁣ -⁣ Prêmios aos 3 primeiros lugares por parte de @bridgetoskate. ⁣ -⁣ Para se inscrever e participar:⁣ 1. Mande uma mensagem a qualquer um dos nossos meios de comunicação e responda o formulário que te enviaremos.⁣ 2. Pode ser de qualquer país de Latinoamerica.⁣ 3. Não há limite de idade.⁣ 4.Inscrições até sexta-feira dia 14 de Agosto.⁣ -⁣ *Limitado a 18 participantes por categoria*⁣ ⁣ @chicasenllamas.peru⁣ @chilangxssobreruedas⁣ @divaskateras⁣ @poseidenfoundation ⁣ @las_skatas_nicaragua⁣ @cerotimida⁣ @poseidenfoundation⁣ @lachanchaskat⁣ @tuttoayestas⁣ @catrachaskate⁣ @ivonnenavas7⁣ @posei⁣ @bridgetoskate⁣ @skategirlcol⁣ @sobreruedasgirls⁣ @mujeres_skateando⁣ @imillaskate⁣ @vidaskateboarding.bo

A post shared by Divas Skateras (@divaskateras) on

Encerramos por aqui! Mas tudo pode mudar em apenas um Olie! YeahnoiX! Deixem seus recados, sugestões, correções e o que for para ajudar o Grito ECOAR!

Dê o seu like 👍, comentário ✍️, compartilhe ✉️ e se inscreva 🖊 ativando o “Sininho” 🔔 no Youtube: https://goo.gl/P1KAgX

Assine o Grito Skate News e ganhe desconto de 20% na Loja do Grito: https://eepurl.com/c8tpRn

Instagram: https://instagram.com/gritodarua

Twitter: https://twitter.com/gritodarua


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Grito Angry! Grito Angry!
0
Grito Angry!
Confuso! Confuso!
0
Confuso!
Interessante Interessante
1
Interessante
Cagueideri! Cagueideri!
0
Cagueideri!
Que legal! Que legal!
0
Que legal!
Ooooh Ooooh
0
Ooooh

Comments

Deixe o seu Comentário!