Inscreva-se no Grito News!
Com as Novas do Skate!

Novas Mídias do Skate | Rentáveis ou Feitas por Amor ao Skate?

3 out of 5

O negócio é ter uma mídia de skate de sucesso? Ou só para sua própria bolha?

Novas mídias do Skate estão pipocando pela redes sociais, mas qual o objetivo? Apenas se expor ou tem um sonho por trás de fazer sucesso na internet? Pode ser por ego? O para criar um grupo com as mesmas ideias.

Mas vamos partir de um princípio, que a mídia, são os meios/veículos, através dos quais as informações do skate são divulgadas para chegarem a vocês. O skate cria a informação, sim ele tem vida, a empresa de comunicação interpreta, faz a matéria, que se utiliza da internet para transmitir, via bits/dados, a informação até vocês.

O meio clássico são os Sites(mídias), que geralmente, precisam de repórteres, fotógrafos, designer gráfico e até um expert em divulgação nas redes sócias(Face, Insta…). Cujo o objetivo principal é fazer as postagens nas redes sociais atingirem vocês!

Mas a postagem não é completa, pois a finalidade principal é atiçar a curiosidade dos seus seguidores, para eles irem ao site e se deliciarem com a matéria na íntegra. Onde serão atingidos pelas publicidades que sustentam o site.

Fácil não?

Não! Nada é tão fácil na vida! Vocês acham que as redes sociais deixam seus post chegarem a todos os seus seguidores? Não neh! Tudo vai depender da relevância da sua matéria. Onde entram ai os tais dos algoritmos. Que interpretam sua postagem, através das palavras chave, para eles identificarem um pequeno grupo, que talvez, gostem da postagem, e então, eles(os algoritmos) as enviam para os feeds deles.

Algoritmos - A arte da matemática!
Os algoritmos das redes sociais são um conjunto de dados e regrinhas estabelecidas por cada rede social, sendo eles os responsáveis por determinar quais conteúdos e quais páginas aparecem primeiro para o público na linha do tempo de suas respectivas contas.

Se as curtidas, os compartilhamentos, comentários, forem relevantes, ai Bingo! Viralizou, sabe porque? Porque as redes Sociais querem levar boa informação aos seus usuários. Mas isto não é tudo, as redes sociais deixam viralizar, mas nem tanto! Para atingir grande parte do seus seguidores e seus amigos, você tem que fazer uma publicidade do seu post, ai a coisa começa a melhorar.

Mas o custo vai depender muita da relevância da postagem.

Até pouco tempo atrás o negócio era fazer um Zine! Skater-Zine faz parte dos arquivos da SKATE-EXPO

Vocês sabem o que eram os fanzines? Fanzines eram publicações feitas com muito amor, baratas, com uso de técnicas mais simples, impressas com baixa tiragem e muitas vezes na base da fotocópia p&b. Eram algo como “feito de um amigo pra vários amigos”. Carregavam o espírito e os sentimentos de quem os escrevia. Foram muito populares antes dos anos 2000.

Apesar de sua simplicidade os fanzines tinham conteúdo de qualidade; quem os escrevia tinha muita propriedade no assunto. No skate existiram vários.
E quem se lembra desse?

Confira na íntegra: Skater Zine #1 – 1996. | Capa: skater Biano Bianchin, foto Hélio Greco. | Redação: Paulo Silva, Marcos Sena, Cecília Mãe e Paulo Folha. | Fotografia: Max, Paulo Silva, Mário Alves e Hélio Greco. Edição/Diagramação: Hélio Greco, Marcos Sena e Paulo Silva. Impressão: Sanygraf.

Era o início da Internet e fazer um Zine era uma saída, além de ainda ser cool. Mas olha o número de envolvidos para fazer um Fanzine! E acho que tem gente deste zine, que está fazendo algo grandioso hoje em dia!

Novas Mídias do Skate? Instagram, Facebook, Youtube e agora TIK TOK?

Vamos analisar o canal do Neto Ilhabela. Um apaixonado pelo skateboarding que escolheu o Youtube como seu veículo para demonstrar tal paixão. Mas me parece que vai ficar difícil os amigos/seguidores descobrirem o seu material pelo título; “Salva! Salve!”, como ele vai ser descoberto no Youtube ou no Google? É ai onde entram as palavras chave. Tudo bem que ele vá fazer sua divulgação no Instagram, WhatsApp…. E deve ampliar mais esta divulgação. Ainda mais que ele tem uma promoção para divulgar. Que já uma grande coisa. Ufa! Bem vindo Neto Ilha Bela no mundo do digital influencer!

A ideia do Canal é boa o Neto manda bem e o quadro “dias de ilha” também. Agora, vocês devem saber que não é fácil ganhar grana, para bancar os custos, no Youtube, ainda mais que a gente gosta de música boa na edição e geralmente elas têm direitos autorais e vem com o aviso: Não qualificado! Não é possível gerar receita com este vídeo.

Já falei; “Se Steve Job estivesse vivo, ele ia arrumar um jeito de a gente poder pagar pelo uso da música e participar das rendas dos comerciais que passam em nossos vídeos. Pô! A gente vai lá, produz, filma, edita e ainda divulga, e não ganha nada!

Borrachudos Skateboard

“Salve salve família skateboard, este é mais um vídeo do quadro “dias de ilha”, desta vez com “Neto Ilhabela” e João Pedro no extremo norte de Ilhabela, confere aí essa vivência irada e no final do vídeo tem um cupom de desconto de 15% no site da wood ligth.”

Descrição: canal de vídeos com o intuito de divulgar o skate e suas vertentes. . . contratos e parcerias (12)991885966 @neto_ilhabela

Se não viu ainda veja este video do Victor Sussekind, numa outra ilha, aqui no Grito!

Reversefanzine | Atibaia , BR

Inacreditável a sensibilidade das matérias e fotografias do Reverse Fanzine, realmente o resultado é muito bom. Ele escolheu como veículo o Issuu, que aparece no Google, como os vídeos no Facebook, para compensar que no Issuu não pode, ou como estratégia.

Mas o detalhe a observar aqui é que ele sempre tem anunciantes, graças a uma tabela com valores bem acessíveis. Reverse Fanzine foi fundada por Robson Felix com a intenção de espalhar boas notícias, informações sobre saúde e alimentação, com muito Skateboard. Leia nossa entrevista e matérias em Castellano, faça parte desça mudança!

chuqui_gralha

Este aqui ganha pela originalidade, mas não começou hoje, faz tempo que ele vem expondo este personagem, a tatuagem é nova, ou será que não é ele? Será que a voz é dele então? E qual deve ser o sonho dele? Ser uma mídia autentica de skate? É! Porque o skate, pra mim é isto: Skate for fun! Este foi o melhor espírito do skate que baixou em mim! Naquele tempo todo mundo era gralha! Ou como ele diz:

“Todo skatista de raiz é chuqui gralha”
SERDH – Skateboard Evolução Respeito Diversão e Humildade.
INSCREVA-SE NO CANAL: www.youtube.com/channel/UCQo_EcvW3nNPBr05ca-yplg

indahouseFILMS

O Skate é uma religião! E como toda religião tem suas doutrinas, o Downhill slide é uma.Tanto se fala de falta de união no skate, mas dentro de uma mesma doutrina também? É lamentável! O DHS é uma das modalidades do skate que mais trás emoção ao público! Os caras são uns Animais do Downhill, dessem a milhão, as ladeiras mais ingrimes, com seu skates normais, dando slides sem parar.

Tudo bem que o speed também é foda, mas no DHS e uma ladeira só, que você vê toda a emoção, de cima abaixo. Sou fan do DHS. Agora a falta de união pra fazer um circuito estratégico é o que mata. A maioria dos skatistas de DHS tem seu patrocinadores e apoiadores e os eventos sempre tem público, o que acontece? Acontece mais um novo Canal, só que este, parece que quer trazer novas emoções, será?

“Nesse vídeo fomos encontrar o mestre das ladeiras da Zona Norte, Kaue Mesaque, um dos mais galeteiros do downhill slide ! Confira muita velocidade, adrenalina e agressividade nessas ladeiradas monstras que gravamos logo no inicio do ano nas ladeira do Tucuruvi (ZN- São Paulo)!”

INSCREVA-SE no CANAL !!!!! Música: Inherence – The chosen one Filmado e Editado por: Vitor Takayama Drivers: Marcos Monteiro e Jefferson Du.

DECCS Magazine

A Deccs foi fundada desde 2011 e deve ser por isto que tem uma estrutura muito bem montada; eles vendem a revista impressa, tem a digital no Issuu, tem produtos, tem forte presença nas redes sociais(Face, Insta…), com muitos seguidores, e, inclusive no TikTok. Muito bem montada, com foco no skatista e suas sessions, registradas com fotografias de alto nível. A direção é do André Paiva e eles tem um patrocinador de peso que é a COMPLY, que inclusive está um filme/comercial, através de uma tecnologia, na abertura de todos os vídeos do canal, inclusive os do Youtube.

Ou seja, uma estrutura completa e atrás de audiência. Porque? Porque precisa dar audiência a seus patrocinadores. Senão? Como é que faz?

Deccs Magazine – Santa Catarina, BR – Criação & publicação independente, Editora Própria DCS. Tiragens e publicidade Decimal Revista impressa & digital.

SkateBoarding.com.br

A começar pelo seu criador/editor/colaborador Helio Greco, que andou fazendo umas pesquisas nos Grupos do WhatsApp, perguntando o que teria que ter num site de skate. E a resposta está aqui! Primeiro lugar, ele sabe a história do skate todinha,adora o longBoarding e é Fotógrafo desde 1983, tendo fotos publicadas em revistas especializadas de esportes de ação, Fluir, Visual Esportivo, Overall, Yeah!, Vital Skate, Tribo, Cruiser, editor de fotos na publicação 40 Polegadas.

Os colaboradores amam o skate e não aceitam que escrevam uma vírgula errada sobre o skate, que já se prontificam a ajudar na correção. Podemos dizer que, quem está lá é da Raiz da Raiz do skate Nacional. Pelo menos eu considero. Eles estão começando agora, mas lamentavelmente não achei o “About” para saber mais das pretenções do canal, ou mídia, neh? Será que vai ser um canal visando negócios? Ou só por amor ao skate?

https://skateboarding.com.br/

Trocando Manobras SKATE É SÓ UM PRETEXTO

Pelo título da pra sentir que esta mídia deve ser um pouco diferente, talvez mais intelectualizada. Ela já está na ativa a uns 3 anos, mas pela estratégia de comunicação, ela chama a atenção. Principalmente por ela não querer qualquer público. Ela que crescer organicamente, mas selecionado a dedo o seu público. Ela quer encontra os skatistas, ou não, que pensam, refletem e que conheçam as palavras. O skate é só um pre texto. Ou seja, o skate é um caminho à literatura, será que interpretei certo?

Mas se formos analisar como um negócio? Será que eles estão preocupados com isto? Ou é só pelo amor ao skate? Um exercício literário? Ou um conceito minimalista onde o menos é mais? Qual será o público? Formadores de opinião? Mas como se sustentam?

Acho muito bom ver a opinião deles sobre as novas mídias, um pouco longo, mas o papo é bom. E, alias, escutar a juventude, sempre refresca a alma e nos ajuda a nos revolucionar também. Obrigado!

Descrição:

Trocando Manobras: onde o skate é só um pretexto e todas as opiniões são subjetivas! Porque andar de skate ainda é muito mais legal do que ficar falando sobre ele!

No programa de hoje, conversamos sobre uma mídia que nasceu na era da Internet: a Squadshit! Fefs, Stuque, Vinicius, Rayllon e Pedrinho são os convidados de hoje pra falarmos sobre a crew deles, sobre youtubers, tiktokers, blogueiros, mídias tradicionais e muito mais. E você, o que tem consumido na mídia do skate brasileiro atual?

Como o “Eu sou Skatista” foi citado, acima, veja ele me Entrevistando ou escutando o Grito do Badeco! Aqui!

SQUADSHIT! Migas|Skate|Sofá

E também, já que o pessoal da Squadshit! deu o seu ponto de vista sobre as novas mídias, vamos conhecer o site deles, Que é very cool! Mas que esquadrão hein! Fefs, Stuque, Vinicius, Rayllon e do Pedrinho, que de um modo geral se saíram bem no bate papo acima, mas…

Só não gostei quando eles falam dos cabelos brancos, mas tudo bem! Eles são poetas e estão tocando os skatistas mais sensíveis e com isto criaram um nicho inimaginável no Skate! Te fato gostei muito e não só eu, tem um anunciante de peso eu vi lá! Então prestem atenção nesta narrativa pro skate!

.thrashermagazine.com/

Seguido por 2.230.801 pessoas no Facebook, 6,7 milhões seguidores no Instagram, 513,4 mil Seguidores Twitter, 2,7 mi de inscritos no Youtube. Mas precisa de tanto público assim?

Eu tenho anunciante porque tenho muito público, ou eu tenho muito público porque eu tenho muito anunciante?

Uma coisa é certa, todo mundo que trabalha com o SKATEBOARD, quer fazer o melhor para o SKATE! Ou não! Porque tem gente, que pensa com o Ego! O skate é só meu, se não fosse eu o skate não existia e o meu público é o melhor do mundo! Mas a Thrasher é trash e não está nenhum pouco interessada nos padrões, de algoritmos, técnicas SEO, eles só fazem! Eles são o skate!

Enquanto todo mundo está indo para um site mais clean, olha a confusão que é o layout do site deles. AMO! Só me preocupa se com o falecimento do Jake Phelps as coisas vão mudar, será?

Voltando a Bíblia do skate, sim bíblia, o skate não é uma religião? Seguidores fieis eles tem, pois passam a confiança que o skate é eterno. Todos que de alguma maneira prestam suas imagens a eles, é por que confiam que a Thrasher vai fazer bem pra eles. E os anunciantes pagam, caro, ou o melhor custo/benefício, pois eles precisam chegar aos seu seguidores para transmitirem o seu recado.

“Fausto Vitello e Eric Swenson começaram a fabricar uma marca de Trucks de skate chamada Independent, e queriam um local para anunciar seu produto e que criasse uma cena em torno dele. E assim surgiu a Thrasher!

Welcome Thrasher

Publicado mensalmente, em San Francisco, CA, desde Janeiro de 1981, hoje Thrasher não é mais apenas uma revista é uma licença mundial, marca de mídia multi-plataforma que é a ponte para o consumidor apaixonado que você mais precisa para chegar. Skatistas não são um público passivo, eles querem ser envolvidos em uma relação entre a mídia, a indústria e o leitor.

A nossa é uma comunidade digital fortemente unida, onde a revista impressa é apenas um meio, entre muitos, que usamos para envolver e falar com nossa tribo diariamente.

“Você vai economizar muito dinheiro quando você unir impressão, web e publicidade social”

Este video, abaixo, eu coloquei para vocês verem o player próprio deles, que possibilita o anúncio na abertura/meio/fim! E que até pouco tempo atrás o Facebook permitia que a propaganda no vídeo passasse lá. Alias, o mesmo player que temos aqui no app do Grito!. Outro detalhe é que este mesmo vídeo está no Youtube, que eles acabaram de postar, e já está com 4.736 visualizações, 31 de mar. de 2021, mas provavelmente poderá chegar muito além disto. Procure lá pra saber!

Este player é apenas uma das mídias que a Thrasher oferece a seus anunciantes e tem muito mais: Na revista impressa, com distribuição na maioria das skate shops dos EUA, com espaços de anúncios tradicionais e especiais, no site, também tem diversas formas de anúncios e patrocínios em eventos, vídeos especiais, email marketing, aplicativo e em um monte de quadros(veja na imagem).

Imaginem você poder oferecer todas estas possibilidades no seu site! Mas e para produzir todos estes conteúdos? Não deve ser barato! Mas sempre tem um jeitinho pra começar, quer saber como?

Mesmo que você faça por amor ao skate ou por um business, sempre é bom saber como ganhar uma rendinha extra, que seja melhor ao que o Google paga! Vamos lá! Digamos que o seu site tenha um espaço que você possa colocar um anúncio. Talvez você precise de um plugin, eu uso o Advanced Ads, que é muito útil.

Aqui no Brasil a gente tem um tráfico mensal que pode atingir alguns milhares de views mensais, que são distribuídos pelos principais sites. A Thrasher deve atingir 100 vezes mais no EUA.

Por isto que eu digo que precisamos de união para centralizar estes views para podermos oferece mais aos nossos anunciantes. Enquanto estamos dispersos os gringos estão chegando!

Vamos fazer um calculo simples:

Seu site tem 1.000 views mensais e você vende um espaço tamanho 300x600px por R$ 100,00 por mil views(CPM), você terá uma renda de R$ 100,00. Se seu site tem 10.000 views mensais, você terá uma renda de R$ 1.000,00. E se você tiver de 1.000.000 de views mensais você terá uma renda de R$ 105.000,00 por mês! Opa! Já dá para ter uma estrutura/equipe mínima para fazer um bom trabalho pelo skate! Certo? Não é o que a gente quer? Se eu amo o skate eu quero o melhor pra ele, não para o meu ego!

Nos EUA os fabricantes sabem da importância de anunciar, aqui a gente tem que pedir! Lá eles fazem campanhas institucionais para marcar a presença da marca no mercado e com isto, quando precisam lançar um produto, o caminho já está feito, eles já vão ter um público e com isto eles vão poder investir mais com a certeza do retorno do investimento.

Nas estratégias de marketing das empresas brasileiras não há espaço para eles lançarem produtos, o máximo que eles conseguem fazer é ter uma pequena equipe de skatistas, porque se convencionou, também dão material de premiação em campeonatos e umas forças aqui e ali. Mas não é culpa deles, é que as margens de lucros aqui são bem menores. E ainda crises atrás de crises, impostos, custos operacionais, custos dos shopping e ai vai!

Bom gente acho que dei umas ideias, mas posso dar muito mais. Na vida a gente tem soluções pra tudo, se você precisar de alguma ajuda, orientação ou o que for relacionado ao dito acima, entre em contato, através  do WhatsApp 11 99860 35 44 ou pelo caminho digital sem ter que falar com ninguém aqui!

Valeu máfiaaaa!  Mas deixem os seus comentários que eu quero aprender mais!

Inscreva-se no Grito News!
Com as Novas do Skate!
Share
Leave a Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.

The field is required.

This website uses cookies.