Inscreva-se no Grito News!
Com as Novas do Skate!

Modalidade Park do skate Feminino | Quem ganha a medalha olímpica?

Descubra agora quem tem mais chances.

A Modalidade Park Olímpico Feminino vai estrear a segunda bateria do skate nas olimpíadas e temos fortíssimas candidatas a levar as medalhas para casa. Chega mais para entender a nossa linha de raciocínio.

Modalidade Park Olímpico Feminino “Gringas”

Misugu Okamoto

Vamos começar pela galera do oriente que invadiu a cena do skate e está evoluindo na velocidade da luz. A Japonesa Misugu Okamoto é uma fortíssima candidata a levar as olimpíadas. Com apenas 14 anos de idade consegue manda um 540 grab nas linhas sem muita dificuldade (e bem acima do coping). Ela mescla várias manobras old school como Boneless Fs Disaster e No Comply Tailslide mostrando uma grande diversidade em manobras.

Misugu Okamoto / Judo Air / Modalidade Park Olímpico Feminino

Sakura Yosozumi

Também vindo do oriente temos Sakura Yosozumi. Ela tem uma volta que explora muito bem todo o Park, incluindo os banks, ilha os quarters. Dalí saem aéreos como 540, liptricks como Bs Noseblut reverse e também vários slides que correm o coping a fora. Desse jeito o japão vai dominar a cena (se é que já não fez isso).

Kokona Hiraki

Kokona Hiraki veio para somar com a “Terra do sol nascente Crew”. Ela vem no gás correndo o coping com um Fs Nosegrind muito style que desafia as leis da gravidade. Na sequência chega com fs fair caindo de fs board e segue metralhando os 45 segundos. Nossa Deus. É arriscado um pódio triplo.

Sky Brown

Vamos continuar falando da galera de fora. Sky Brown dispensa apresentações e é um fenômeno desde muito jovem. A identidade visual desta menina está ligada diretamente com sua essência no skate. Repara aqueles nosegrinds cabreiros na borda dos bowls. E aqueles 360 stiffy esticado até no último? Nem parece que faz força. Tudo isso combinado com handplannts e o que mais vier na cabeça. Vai ser um baita show, pode ter certeza.

Sky Brown / Fs Stiffy / Modalidade Park / Foto: Jonny Weeks

Lizzie Armanto

Para fechar essa seção temos Lizzie Armanto. Ela sabe explorar bem os gaps e fazer o rolê fluir de forma contínua. Muito crailgrabs, Bs Boneless e outras mais para deixar a linha o mais completa possível. Não é atoa que ela é referência para muita gente.

Lizzie Armanto / Crail Grab / Modalidade Park Olímpico Feminino

 

Modalidade Park Olímpico Feminino “Braza”

Realmente o Brasil está destruindo tudo e vai dar trabalho. Temos Três skatistas muito fodas que podem vencer essas olimpíadas.

Dora Varella

Vamos começar pela Dora Varella. Ela tem uma linha que sai na sequência do pente, uma pancada atrás da outra. Usa e explora os carvings com muita criatividade. Além de mandar várias liptricks e handplands com um estilo único.

Dora Varella / Frontside air. De capacete, seguindo as regras do skate olímpico

Isadora Pacheco

Na sequência  temos Isadora Pacheco. Menina muito focada e que lança de tudo quanto é manobra nos voltas. Ela usa bem a criatividade para desenvolver uma sequência de tricks que tem uma grande variedade.

Isadora Pacheco / Handplant / Foto: Pablo Vaz

Yndiara Asp

Para finalizar com sucesso: Yndiara Asp. A estilosa “Yndi” destrói nos handplants e tricks ond school com muita técnica e velocidade, do tipo que acende e instiga a galera.

Yndiara Asp / Modalidade Park Olímpico Feminino / Foto: Julio Detefon

Manda a real

Baseado na descrição de cada atleta, quem você acha que leva?

Tá difícil? Aproveita e dá uma olhada na Final Feminina do Mundial de skate da Modalidade Park:

Percebeu que todo mundo está de capacete? Confere aqui o motivo.

Não se esqueça! O Park feminino será transmitido na Terça-feira, 03 de Agosto as oito e meia da noite (20:30 horas) direto de Tokyo.

Acompanhe as notícias do site oficial das olimpíadas de Tóquio 2020 aqui.

Inscreva-se no Grito News!
Com as Novas do Skate!
Share
Leave a Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.

The field is required.

This website uses cookies.